PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


Cuide bem do veículo que ele cuidará bem de você



Conhecer o veículo que você dirige, mantê-lo sempre em boas condições de funcionamento e saber comandá-lo são princípios básicos a serem praticados pelo motorista, evitando assim que o binômio homem-veículo se transforme em uma ?bomba ambulante?, colocando vidas em risco.

Você cuida bem de seu veículo? Quando digo ?cuidar bem? não me refiro somente à aparência, mas também à aparência. Afinal, o veículo não vai ficar exposto numa vitrine, parado, estático. Ele vai participar de uma exposição dinâmica, andando em meio a tantos outros veículos e pedestres, enfrentando esta verdadeira batalha chamada Trânsito, o que exige que esteja em condições normais e seguras de funcionamento (inclusive o motorista!)

Será que você conhece tão bem o veículo que dirige, quanto o veículo conhece você?  Seja moto, caminhão, carro ou bicicleta, certamente ele conhece muito bem a pessoa que o conduz. Sente na ?lata? a forma de dirigir e as atitudes tomadas pelo condutor e de certa forma retribui fazendo o motorista sentir na ?pele? e no ?bolso? as conseqüências do estilo de condução.

Embora a grande maioria dos motoristas percorra um mesmo trajeto (ou parte dele) todos os dias, o motorista agressivo insiste em repetir uma seqüência de operações extremamente estressante para ele e para os que estão ao seu redor. Faz uso excessivo da buzina e dos faróis, anda ?colado?, arranca e acelera o máximo, muda de marchas com violência, faz zigue-zagues constantes, freia bruscamente, reclama de tudo e cria situações de risco. O pior é que quando as manobras malucas não atingem seu objetivo, a agressividade aumenta. Resultado: O motorista agressivo vai sentir literalmente na ?pele? as conseqüências dos acidentes em que estiver envolvido e no ?bolso? as despesas decorrentes destes acidentes, do maior desgaste dos pneus, das pastilhas de freio, dos componentes da embreagem e do câmbio, do maior consumo de combustível, do desgaste prematuro de diversos outros componentes e das quebras constantes do veículo. Infelizmente tais conseqüências não se restringem somente ao motorista agressivo, pois sua fúria desenfreada acaba por envolver outros motoristas e pedestres.

De que forma o veículo tem retribuído sua maneira de dirigir? Lembre-se: cuide bem do veículo que ele cuidará bem de você.

Luiz Roberto M. C. Cotti

Projeto Sobrevivência no Trânsito

11.3467.6771 - 11.9357.7310

[email protected]

www.sobrevivencianotransito.blogspot.com

http://twitter.com/pstransito 


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- Motoristas E Pedestres
- Será Que A Neurose Do Trânsito Já Te ?pegou??!
- Encarando Um Cruzamento
- Uma Questão De Atitude
- Olha O Nível!
- Chuva: Dicas Para Enfrentá-la E Sair Ileso
- O Motorista E O Álcool

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online