PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


A Gestante e o Cinto de Segurança



Ao contrário do que muita gente pensa, toda gestante, esteja ela na condição de motorista ou passageira, DEVE UTILIZAR ADEQUADAMENTE o cinto de segurança, pois além de ser obrigatório por lei, em caso de acidente, este procedimento reduz significativamente a ocorrência de danos à mãe e ao feto.

Estatísticas apontam os acidentes de trânsito como principais causas das interrupções traumáticas das gestações. Nos Estados Unidos, estudos recentes indicam que tais acidentes são responsáveis por cerca de 1.500 a 5.000 abortos por ano!! Independentemente da gestante estar no banco dianteiro ou traseiro, no momento de um acidente, o risco de perder o feto é

três vezes maior para aquelas que NÃO UTILIZAM ADEQUADAMENTE o cinto de segurança.

Na época em que os cintos de segurança eram do tipo abdominal, havia sim um risco maior de dano ao feto, pois na ocorrência de um acidente, o tronco da gestante seria flexionado para frente, comprimindo violentamente o abdomem contra as coxas. Embora os cintos de segurança atuais, de três pontos, impeçam este movimento de flexão do tronco, é contra ele que o corpo se choca no caso de uma colisão.  Para se ter uma idéia desta força de impacto, considerando-se uma pessoa de 75 kg, num veículo a 50 km/h, colidindo contra um objeto fixo, o impacto do corpo contra o cinto de segurança é superior a duas toneladas!! Portanto, as futuras mamães devem tomar alguns cuidados para USAR ADEQUADAMENTE o cinto de segurança:

1. Sempre use o cinto de segurança de ?três pontos?. Opte por sentar no banco de trás, somente se este assento possuir o cinto de ?três pontos?;

2. Sempre use o cinto de forma que a faixa diagonal cruze o meio do ombro, passe entre as mamas e lateralmente à ?barrigota?. Nunca sobre ela!

3. Sempre use o cinto de segurança de maneira que a faixa sub-abdominal seja posicionada o mais baixo possível, na parte superior das coxas e ao longo dos quadris. Jamais sobre a ?barrigota?!

4. Nunca use o cinto com folga excessiva ou de forma que comprima a ?barrigota?;

5. Nunca coloque toalhas ou almofadas entre o cinto e o corpo;

6. Nunca passe a faixa diagonal sob o braço ou a axila;

7. Nunca sente sobre a faixa sub-abdominal para utilizar somente a diagonal;

Lembre-se: Independentemente da distância que você vai percorrer (de carro), use sempre o cinto de segurança.

Luiz Roberto M. C. Cotti

Projeto Sobrevivência no Trânsito

11.3467.6771 - 11.9357.7310 [email protected]


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- Ufa! Quase!
- Em Certas SituaÇÕes, A ExceÇÃo NÃo Faz A Menor DiferenÇa
- Segurança Ativa E Segurança Passiva
- Uma Questão De Atitude
- Cuide Bem Do Veículo Que Ele Cuidará Bem De Você
- Dpvat - Seguro Obrigatório De Veículos Terrestres
- Motoristas E Pedestres

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online