PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Dai de graça o que de graça recebestes



Resumo do Capítulo ?Dai gratuitamente
o que recebestes gratuitamente?, de O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec.

1.
É preciso curar as doenças para dar gratuitamente alívio aos que sofrem, assim
como é necessário dialogar com os Espíritos endurecidos para ajudar gratuitamente a propagação da fé.

2.
Por um lado, Deus concede benefícios e atua com misericórdia sem custo
financeiro, donde nenhuma criatura imperfeita está apta a colocar preço à Sua
justiça, bondade ou clemência.

3.
Por outro lado, a prece é um ato de caridade, um impulso do coração. A eficácia
da prece consiste no empenho e no fervor do pensamento de quem ora, consciente
da atuação dos Espíritos.

4.
Jesus expulsou os mercadores do
templo, condenando qualquer forma de comércio dos atos celestiais dentro de uma
casa de oração.

5.
De um lado, há pessoas que elaboram suas concepções, suas pesquisas, seus
trabalhos pessoais. De outro lado, há os médiuns, que são os intérpretes
dos Espíritos para instruírem as pessoas, mostrando-lhes o caminho do bem,
conduzindo-lhes à fé, através da consolação, de encorajamentos e testemunhos de
afeição, a fim de que a luz de Deus chegue a todos.

6.
A mediunidade se encontra em todos
os lugares.

7.
Há duas questões acerca da
mediunidade. A seriedade de ambas faz com que o Espiritismo moderno eleve a
mediunidade à categoria de missão.

8.A primeira é a questão moral. Os Espíritos superiores
requerem condições para se comunicarem com sinceridade, conforme a verdade com
que se ocupam. As duas condições primordiais são a seriedade da intenção
de quem deseja se comunicar com tais Espíritos e a essência das ligações
do médium com os mesmos Espíritos. Tanto a seriedade da intenção da pessoa
quanto as ligações do médium devem estar delimitadas pela humildade e
abnegação, pelo devotamento e pelo mais absoluto desinteresse moral e material.

9.
A segunda é a questão da
essência da mediunidade. A mediunidade é uma aptidão ou um recurso
completamente incerto, essencialmente móvel, fugidio, variável e inconstante,
pois existe apenas com a participação dos Espíritos, de modo que nenhum médium
pode garantir uma manifestação espírita, num determinado instante.

10.
A mediunidade é uma missão à qual,
se for o caso, deve ser dedicado o tempo de que se possa dispor materialmente.
Os Espíritos levam em conta o devotamento e o sacrifício do médium, sendo que,
na mediunidade de cura, os bons Espíritos transmitem gratuitamente, através do
médium curador, o fluido salutar.



Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Mentiras E Enganos Sobre A Doutrina Espírita
- Sem Nunca Dizer Adeus
- Prece Por Uma Criança Que Acaba De Nascer
- Vários Espíritos Materializados Filmados
- Espiritismo, Tudo Começou Assim...
- Mensagens EspÍritas
- O Corpo E O Espírito Durante O Sono....

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online