PUBLICIDADE

Página Principal : História


Sobre a Independência Portuguesa



A Independência Portuguesa, que por tantas tendera a realizar-se, retrocedia mais uma vez; era um problema cuja solução já perto do seu termo devia tornar a ser tentada de novo. Tal era a situação política do país. Afonso Henriques, o moço cavalheiro, chegara à cidade com dezessete anos. A ambição do poder, o exemplo do seu primo Afonso Raimundes, a disposição dos ânimos irritados contra o predomínio de Fernando Peres, as instigações dos fidalgos, a exclusão ignominiosa em que o conservavam dos negócios públicos, tudo o excitava a colocar-se à frente de uma revolução cujas conseqüências, naqueles verdes anos não era fácil prever.

A principal nobreza preferia vê-lo apossar-se do mando supremo a serem governados por intervenção de D.Teresa.

Primeiros meses de 1128, guerra civil.

Por indícios ministrados em documentos o infante abandonou a mãe, a qual talvez de achasse na Corte de Afonso VII, e dirigiu-se à província de Entre Douro e Minho no mês de abril.

A revolução parece ter rebentado naquela província, dilatando-se pelo distrito de Guimarães ao território de Praga, passando por Condados.

A suspeita da ausência de D. Teresa na ocasião do levantamento adquiriu maior probabilidade e quase três meses depois, os dois partidos vieram a uma batalha, que foi decisiva e fatal para a rainha. Esta, tendo marchado para Guimarães com as tropas dos fidalgos galegos e dos portugueses seus partidários, aí se encontrou com o exército do infante no campo de S. Mamede junto daquela povoação. Foi destronada D.Teresa e fugiu, nesta fuga, porém perseguida pelo filho, ficou prisioneira com muitos dos seus.

A tradição se refere que Afonso Henriques a lançou carregada de cadeias no Castelo do Lanhoso. Não desdiz essa tradição dos costumes ferozes do tempo, mas desdiz dos monumentos da mesma época, que não a autorizam.

Em um dia de combate, o poder supremo tão ambicionado caiu nas mãos do jovem príncipe.



Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Regentes De Portugal
- Santarém, O Reduto De Cabral
- África E Santificação
- Vila De Óbidos
- Por Tu Graal
- A Formação Da Nacionalidade
- As Origens Da Imprensa Em Portugal

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online