PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


UMA SÓ CARNE



Gên 1:18 "E disse o Senhor: Não é bom que o homem esteja só:far-lhe-ei uma adjutora ..."
Gên 2:22 "E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher e trouxe-a a Adão."

O que Deus faz sempre é o correto, porque Ele é Deus e sempre sabe o que faz.
A mulher tem um papel muito importante na sociedade e na vida do marido.Mesmo sendo subordinada ao marido, é ela quem dirige a sua casa, dá conselhos, orienta, educa e tem uma visão ampla da vida.
Sua sensibilidade e percepção são características marcantes em seu cotidiano. Deus a criou para ser companheira e ajudadora.
Quando Deus a criou, Ele sabia o que estava fazendo, sabia de sua importãncia na vida do homem. O homem sem a mulher fica perdido e desorientado.
Adão ao ver Eva disse: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne:esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada.Gên 2:24
Gên 2:25...deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á a sua mulher e serão ambos uma só carne.
Deus não quer que o homem esteja só, por isso criou uma companheira fiel.
Meditei profundamente nas palavras de Adão: osso dos meus ossos, carne da minha carne... e cheguei a conclusão que esta frase é real, pois quando amamos nosso cônjuge, somos afetados e cúmplices em todos os sentidos.Ou seja se ele sofre, sofremos também, se o desprezam, nos sentimos desprezados também, se o magoam, nos sentimos magoados também.
É difícil separar porque Deus nos criou assim : sensíveis e carentes de amor. Se meu marido for desprezado e humilhado, é óbvio que eu sentirei muito pois o que acontecer com ele, me machucará também, porque tenho sentimento e há amor em nosso relacionamento.
Nesta cumplicidade de um casal, eu vejo Deus.
Isto não quer dizer que devamos defender nosso cônjuge se ele estiver errado.Vejo muitos casais camuflando os defeitos de seus cônjuges sempre colocando a culpa nos outros. Isto é erradíssimo, tem que haver diálogo e temos que nos advertir um ao outro caso estejamos errados.A correção nos leva à mudança de comportamento e consequentemente ao crescimento e aprendizagem.
Já vi muitas esposas agindo erradamente, ofendendo os outros, e seu esposo defendendo-a achando que a mesma sempre tem razão (e vice -versa). Isto não é amor, e sim vaidade, orgulho, omissão e cegueira espiritual.
Aceitar a correção é estar debaixo da onipotente mão de Deus. Às vezes a pessoa não sabe que está agindo errado porque as pessoas que estão próximas a ela, justificam seus atos dando-lhe forças para resistir à mudanças. Correção com carinho é um ato de amor.
O casal deve ser unido, mas suas ações tem que ser justas e coerentes.Tem que haver equilíbrio.
Quando há harmonia no lar, tudo vai bem, mas quando há discórdia é triste demais.Os filhos se rebelam e os pais não sabem o porquê.
O casal é uma só carne, no entendimento, na alegria, nas aspirações, nos objetivos, nos pensamentos, nas ações, no comportamento, no envolvimento físico, nos momentos difíceis...etc
No amor há cumplicidade, por isso o casal quando recebe a bênção divina se torna uma só carne.
I Cor 13:4 -5 ...O amor não é invejoso, não se ensoberbece...não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal...


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Dia Internacional Das Mulheres
- Você Conhece Jesus ???
- O Deus Que Eu Sirvo
- Onde Esta Deus Quem Me Fez?
- Um Curso Em Milagres
- VocÊ Precisa De Deus!
- Comentários à Filemom

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online