PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


ESTUDO SOBRE DONS ESPIRITUAIS - PARTE II



ESTUDO SOBRE DONS ESPIRITUAIS ? PARTE II Cada parte do Corpo tem sua colaboração na saúde espiritual do Corpo e, não podemos dizer que este ou aquele membro é mais ou é menos importante na composição do Corpo, ou ainda dizer que não precisamos deste ou daquele membro (v.s.21-24), pois nos diz a Palavra de Deus através do Apóstolo Paulo em Ro.12:10b ?..., preferindo-vos em honra uns aos outros? , isto quer dizer que, nós devemos ter sempre a todos os irmãos, inclusive aos considerados fracos, em maior estima de que a nós mesmos e, em contra partida, o mesmo deve acontecer com o resto do Corpo, cada um tendo ao seu próximo em maior estima do que si mesmo, dessa maneira a situação do corpo tende a se equalizar, não havendo os maiores e melhores, mas estando todos em um mesmo nível. O objetivo proposto com tudo o que foi dito acima é fazer com que não haja divisão no Corpo; como vimos em Gênesis 11:6, se houver união de propósitos só não se consegue o objetivo se o próprio Deus interferir na obra, em contra partida, ao lermos os versículos 7 e 8 perceberemos que a maior causa de não haver prosperidade nos empreendimentos propostos é a falta de entendimento; Enquanto eles se entendiam, a obra prosperou; depois que Deus confundiu as línguas, acabou o entendimento e a obra parou, o empreendimento e o propósito daquele povo sucumbiu frente a dificuldade de entendimento. Outro exemplo deste princípio Divino é encontrado em Mt 12:25 e Mc 3:25, quando o Senhor Jesus diz, respectivamente: ?... Todo reino dividido em grupos que lutam entre si será arruinado. E toda cidade ou família dividida em grupos que lutam entre si não poderá durar?(BJ) ? Se uma casa estiver dividida contra si mesma, não poderá subsistir? (BVN). O que o Senhor Jesus quer nos ensinar com esta parábola? Temos que estar no mesmo propósito que O Cabeça da casa, ou, no caso do nosso estudo, o cabeça do Corpo que é Cristo, se estivermos em comunhão com Ele poderemos pedir que Ele aprove nossos empreendimentos e Ele o fará; só que a comunhão com Cristo está subordinada a outras duas ?comunhões? anexas, que o próprio Cristo colocou como requisito para a comunhão estar completa e a obra poder avançar; a primeira, é com os nossos líderes espirituais, ou seja, como o nosso pastor, que coordena o trabalho do Corpo de Cristo, em se tratando da igreja local; vejamos o que nos diz hebreus no capítulo 13:17a ?Respeitem os dirigentes e sejam dóceis a eles, pois eles se dedicam pelo bem de vocês...?(BJ) , em outras versões temos ?obedecei a vossos guias...?(BNV) ? Pense, Se você está disposto a obedecer a Cristo como Supremo Pastor, deve estar disposto a obedecer e respeitar também àquele que Deus, na pessoa do Espírito Santo, constituiu líder sobre a igreja local (At.20:28). E, para finalizar este tópico, temos a ?segunda? comunhão, para estarmos aptos a usarmos os dons em prol do Reino, como bons despenseiros, que é a comunhão entre os irmãos com vemos em I Jo.1:7a ,e o objetivo da comunhão entre os irmãos é o de nos ajudarmos nas nossas fraquezas e imperfeições, como vemos em Isaías 41:6 , imagine, se não houver comunhão entre os membros do Corpo de Cristo, como o Corpo poderá andar? Essa é a pergunta feita no livro do profeta Amós 3:3. Encerraremos esta reflexão sobre a comunhão entre os irmãos com uma promessa que Deus nos fez através do profeta Sofonias, em Sofonias 3:9. A promessa do livro de Sofonias se cumpriu quando o Senhor purificou os lábios dos seus discípulos, no dia da festa das primícias, logo após a morte e ressurreição do Senhor Jesus (pentecostes), derramando o Espírito Santo e quebrando a barreira da língua imposta no episódio de Ge.11 (Babel), nos proporcionando com isto as condições necessárias para que pudéssemos andar como Corpo de Cristo, usando os dons para edificação deste Corpo e para abençoar o mundo. No último tópico sobre o Corpo de Cristo, a Palavra de Deus através do Apóstolo Paulo nos versos 26,27 nos adverte de que somos um no Corpo, porém temos a nossa individualidade, que é com a qual servimos com os nossos dons, sem nunca perder a visão do todo, pois se alguma parte do Corpo sofre, nós também sofremos, pois temos consciência que fazemos parte deste Corpo; caso haja indiferença de nossa parte, ela merece uma reflexão, pois talvez haja algum problema em algum ligamento, em algum nervo, ou alguma doença que cause insensibilidade, e isto precisa ser tratado.


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Dons Espirituais
- Estudo Sobre Dons Espirituais - Parte Iii
- Vida ApÓs A Morte
- Estudo Sobre Dons Espirituais - Parte Iv
- Família - O Eterno Propósito De Deus 2
- Como Matar Uma Igreja!
- Jesus Se Casou?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online