PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Terremoto em Portugal: um dia de desconfiança para com Deus!



Coincidentemente o fato ocorreu em 1? de novembro... nada mais, nada menos que um dos dias mais importantes para a Igreja Católica Apostólica Romana. Um dia de glória destinado a todos os santos de uma só vez (que até então tinham sido considerados dignos do nome por sua rara capacidade de obrar milagres). O dia de Todos os Santos foi e é assaz especial e sagrado. Não obstante a tudo isso, às 09h:30 daquela fatídica manhã do ano de 1755 da Encarnação do Senhor, a cidade de Lisboa foi sacudida por três violentos tremores de terra ( terremoto de 8,7 pontos na escala Richter) durante dez longos minutos (tudo isso sob o nariz, as barbas e os olhos do tão amado Deus do Céu). As casas e as igrejas, nesse exato momento, estavam repletas de velas acesas em sinal de respeito, agradecimentos e pedidos ao Todo Poderoso (ou ao Tudo Pode). À época, a população girava em torno de 275 mil habitantes. Muitos foram, sumariamente, mortos por soterramento em meio aos escombros... não só aqueles que se encontravam em suas casas, rezando de pés juntos, mas (vejam só!) também aqueles que estavam debaixo do teto da Casa Dele! Sei que é difícil de se acreditar mas é fato: as igrejas estavam abarrotadas de fiéis! Bem... se eram todas, aquelas almas, pecadoras vale salientar que haviam também crianças, bebês de colo, gestantes com seus bebês no útero ou mesmo fetos ou embriões (que não deixa de ser vida segundo o próprio Vaticano) como também velhinhos, doentes mentais, paraplégicos, etc. Sejamos sinceros: é ou não é uma absurdidade das mais estupendas?! Como pode Deus permitir tamanha desgraça perante os céus? E não parou por aí não! Insatisfeito com a quantia de mortos sob os escombros Ele esperou que a população fugisse dos prédios em chamas (causado pelas inúmeras velas acesas) em direção ao porto. Após meia hora de incêndio infernal, Deus (ou o diabo em forma de Deus) mandou Sua eficientíssima equipe do Corpo de Bombeiros Divino: a cidade acabava de ser ´varrida` por um tsunami com ondas de até seis metros! O fogo se apagou deveras, todavia extirpou precocemente a vida de aproximadamente 100.000 (cem mil !) pessoas!!! E agora...(?). A pergunta que não quer calar é: Onde estavas Tu, ó Deus, que não respondestes (com o perdão, óbvio) às nossas preces? Serás Tu, injusto em demasia? Serás Tu, ineficiente em Tua proteção? Serás Tu, impotente perante as forças da natureza ou serás Tu inexistente e tudo isso não passa de uma grande mentira?! De uma coisa tenho absoluta certeza: todos nós usamos narizes vermelhos por toda a vida e não tínhamos percebido nada em nosso derredor. A pregação da Igreja foi, é e sempre será uma grande farsa!!! Não se espera, de um carrapato, vantagens ao beber o sangue do hospedeiro. Ante um padre, prefiro um psicólogo, um psiquiatra, um psicanalista ou um bom amigo; ante a Igreja, prefiro o hospital, a farmácia e a santa fisioterapia. Ante a justiça divina, prefiro (apesar dos pesares) a dos homens atrelada à polícia.

Obs.: Não atribuir à revista quaisquer supostas manifestações de heresia por parte deste artigo. Eu, se é que são, assumo todas... e que um raio caia em minha cabeça até amanhã nesse mesmo horário (creio que um prazo de 24 hs tá bom demais pra se castigar alguém... ainda mais pra Ele que é especialista nisso). Ouviu Deeeeeus?!!!

[email protected]


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Os Prediletos De Deus
- Deus! Ondes Estás Que NÃo Respondes? (cartas Ao Prof. Orlando Fedeli/montfort.org)
- Julgamento De Deus / Caso: Holocausto, Escravidão, Inquisição, 11 De Setembro Wtc, Tsunami/Ásia, Etc
- Sôbre Os Mórmons
- Jovem
- Cura Pela Fe
- Jesus Se Casou?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online