PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


MEMÓRIAS DE UM SUICIDA



?MEMÓRIAS DE UM SUICIDA?
O suicídio ainda é um flagelo que assola a humanidade. E quase sempre em razão da ignorância, da insensatez ou do radicalismo derivado de falsos ensinamentos. E, seus praticantes, quando imaginam estar no rumo da solução de seus problemas, se vêem logo em seguida enredados em outros ainda mais terríveis. Pois a Vida, mesmo, continua...
É este o tema do livro ?MEMÓRIAS DE UM SUICIDA?, transmitido mediunicamente através de Yvonne A. Pereira, pelo espírito designado pelo pseudônimo de Camilo Cândido Botelho, que havia sido em vida um escritor de renome e que cometera o impensado ato em 1891, ao se sentir acometido pela cegueira.
O livro se desdobra em três partes. A primeira é o relato do drama e dos sofrimentos que o suicida teve de enfrentar no além da vida terrena
, sentindo-se mais vivo do que nunca, remoendo seus remorsos em um ambiente terrível e lamentando as conseqüências de sua tentativa de fuga às responsabilidades que carregava. E, isso, até ser socorrido e começar a entender um pouco mais das leis da vida e da Justiça Divina.
A segunda parte relata o processo de recuperação
a que teve de se submeter o nosso personagem, quando recebe ensinamentos de entidades mais elevadas e aprende com a experiência de outros que haviam adotado a mesma linha de conduta.
E, na terceira parte, mergulha ainda mais, já em um estágio preparatório para mais uma reencarnação de resgate e recuperação, nas razões
que o haviam conduzido ao suicídio e que era apenas a colheita das crueldades, dores e sofrimentos que havia infligido a outros em um passado ainda mais remoto.
O livro, editado pela primeira vez em 1955 pela Federação Espírita Brasileira, já foi reeditado dezenas de vezes e é leitura obrigatória para os que tenham ou que precisem assistir, instruir e aconselhar pessoas com tendências ao suicídio. Através dele podemos ter uma visão completa da Vida a se desdobrar em dois níveis em etapas sucessivas e sendo cada uma a resultante da anterior e a norteadora da que virá mais tarde. Somos hoje a conseqüência de nosso ontem e seremos, amanhã, a conseqüência de nosso hoje. A justiça humana pode falhar, mas a Divina é absolutamente perfeita. A cada um segundo as suas obras... Mas, Deus que é Bondade, Amor e Sabedoria, sempre nos proporciona novas oportunidades exatamente na medida do que precisamos para nos redimir de erros do passado. Por isso mesmo, a mensagem é de alerta contra o suicídio, mas também de esperança para os que não tenham conseguido se furtar a esse ato de desespero.
Curitiba, 10 de novembro de 2007.
Helio Hergran


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- O Suicídio E A Loucura
- Praying With Job
- Filme - Constantine
- Porque As Pessoas Se Suicidam? Falta Jesus Em Seu Coração.
- O Suicídio
- Minha Vida Na Outra Vida
- A Excelência Da Palavra De Deus

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online