PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


O Matrimônio Perfeito



Um casal que se une. Um homem e uma mulher em matrimônio. Um casal que se ama, que se adora. Este casal conhece a transmutação sexual e quer conhecer a verdade: conhecerás a verdade e ela vos tornará livres, disse o amado mestre Jesus, o Cristo. Nossa perdida humanidade perambula pelas ruas das grandes cidades, dormindo, inconscientes. Com apenas três por cento de consciência desperta, nada vê, pouco sabe e não se conhece. Conhecer-se a si mesmo é outra chave dos antigos gregos, que gravaram no templo de Delphos: "homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo!"Este ser, preso em si mesmo, cujos egos são seus próprios algozes; que o tortura e cobra, constantemente, a satisfação de seus desejos, tendo aprisionado sua consciência, dividida dentro dos egos, torna-se senhor de suas vontades, cada vez mais débeis, cada vez menos dele (do ser).O casal, com verdadeira veneração, um ao outro, sem nunca derramar o sêmen é o único que pode realizar o caminho do matrimônio perfeito. Um casa, em verdadeiro amor, irradia luz uma para o outro; irradia paz, harmonia, e o seu encontro é uma dádiva divina. Os casais de hoje, os inconscientes, não sabem a respeito do verdadeiro amor, trocam de parceiros como se troca de roupa e nada sabem a respeito da necessidade do não derramamento do sêmen. Fornicam! São todos fornicários! Nem sequer se lembram do sexto mandamento. A prática do matrimônio perfeito, leva o sêmen, através da coluna vertebral, até o cérebro, irrigando áreas que ficam atrofiadas, sem uso. Por isto que a ciência comprova que usamos apenas dez por cento de nossa capacidade cerebral. O casal que se une em matrimônio perfeito, pode encarnar, em si, seu cristo, como o fez nosso kabi Jesus de Nazaré.Observemos como isto é sério: não encarnamos nosso espírito se não praticamos o matrimônio perfeito. As religiões atuais não entendem isto. O catolicismo força o padre a não praticar sexo, não ensina ele a ser celibatário trabalhando suas energias sexuais, para evitar as poluções noturnas, compreender o desejo e transmutar as energias sexuais, enviando-as para o cérebro. E outras religiões sequer pensa em sexo, na fornicação que é o ato sexual, mesmo entre um casal, em sua casa, em seu quarto, pelo fato, inaceitável pelas leis maiores, do derramamento do sagrado sêmen, do alquimista sagrado.O Matrimônio Perfeito é a grande síntese para o conhecimento de si mesmo, a chave que abre todo o conhecimento, dando acesso à verdade libertadora. O intelecto da nossa pobre humanidade está repleto de informações, prendendo-nos, cada vez mais, ao materialismo, à idéia do ter em detrimento do ser. Assim, estamos cegos para a verdade, insensíveis para o verdadeiro amor e egoístas demais, para sairmos deste "encanto". Este é um estudo gnóstico e Gnose significa conhecimento superior, e sejamos sinceros, poucos de nós estamos abertos para compreender tamanha penetração em si mesmo...


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- A Compreensão é Tudo!
- Paixão Juvenil
- Uma SÓ Carne
- Debates Sobre O Matrimonio E Outros
- A Nova Humanidade
- Sexo Tântrico
- Teoria Da Reencarnação

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online