PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Círculo Iniciático de Hermes - Shekinah e Metraton I



Alguns espíritos tímidos e cuja compreensão se encontra estranhamente limitada por idéiaspreconcebidas, assustaram-se com a designação de ?Rei do Mundo?, que aproximaram da de?Princeps Hujus Mundi?, de que se trata no Evangelho. É sabido que tal assimilação écompletamente errônea e desprovida de fundamento. Para afastá-la, poderíamos limitar-nos a notarsimplesmente que este título de ?Rei do Mundo?, em hebreu e em árabe, é aplicado vulgarmente aopróprio Deus1. No entanto, como pode haver aqui algumas observações interessantes, consideremosa este propósito as teorias da Qabalah hebraica relativas aos ?intermediários celestes?, teorias que,por outro lado, tem uma relação direta com o tema principal do presente estudo.Os ?intermediários celestes?, de que se trata aqui, são a ?Shekinah? e ?Metraton?. Ediremos em primeiro lugar que, no sentido mais geral, a ?Shekinah? é a ?presença real? daDivindade. Deve notar-se que as passagens da Escritura onde se faz muito especialmente mençãodisso, são sobretudo aquelas em que se trata da instituição de um centro espiritual: a construção doTabernáculo, a edificação dos Templos de Salomão e de Zorobabel2. Tal centro, constituído emcondições regularmente definidas, devia ser efetivamente o lugar da manifestação divina, semprerepresentada como ?Luz?; e é curioso observar que a expressão ?lugar mais iluminado e maisregular? que a Maçonaria tem conservado, parece ser uma recordação da antiga ciência sacerdotal,que presidia à construção dos templos e que, de resto, não era particular dos Judeus. Não temos deentrar no desenvolvimento da teoria das ?influências espirituais? (preferimos esta expressão àpalavra ?bençãos? para traduzir o hebreu berakoth, tanto mais que é este o sentido que temconservado, bem claramente, em árabe a palavra barakah). Mas mesmo cingindo-se a encarar ascoisas, debaixo desse único ponto de vista, seria possível explicar a frase de Elias Levita, a que serefere Mr. Vulliaud, na sua obra ?A Qabalah Judaica?: - ?Os mestres da Qabalah tem grandessegredos acerca desse assunto?.A Shekinah apresenta-se sob múltiplos aspectos, dos quais dois são principais, m interno eoutro externo; mas, por outro lado, existe na tradição cristã uma frase que designa tão claramentequanto possível estes dois aspectos: ?Gloria in excelsius Deo? e ?in terra Pax hominis bonaevoluntatis?. As palavras Gloria e Pax referem-se respectivamente ao aspecto interno, em relação aoPrincípio, e ao aspecto externo, em relação ao mundo manifestado; e se considerarmos assim essaspalavras, pode compreender-se imediatamente por que são proferidas pelos Anjos (Malakin) paracomunicar o nascimento de ?Deus conosco? ou ?em nós? (Emanuel). Pelo primeiro aspecto, poderse-iam também recordar as teorias dos teólogos sobre a ?luz de glória?, na qual e pela qual se operaa visão beatífica (in excelsis); e, quanto ao segundo, reencontramos aqui a ?Pax?, à qual nosreferimos há pouco e que, no seu sentido esotérico, é indicada em toda a parte como um dosatributos fundamentais dos centros espirituais estabelecidos no mundo (in terra). Por outro lado, otermo árabe Sakinah, que é idêntico evidentemente ao hebreu Shekinah, traduz-se por ?GrandePaz?, que é o exato equivalente da Paz Profunda, dos Rosacruzes. E por isso, poder-se-ia, semdúvida, explicar o que aqueles entendem pelo ?Templo do Espírito Santo?, como também poderia1 Além disso, há uma grande diferença de sentido entre ?o mundo? e ?este mundo?, a tal ponto que, em certaslínguas, existem para os designar dois termos inteiramente distintos: assim, em árabe, ?o mundo? é el-âlam,enquanto que ?este mundo? é ed-dunyâ.2 Salomão, rei de Israel (973/930 a.C.). Construiu o templo de Jerusalém e foi o autor de três livros do AntigoTestamento. Zorobabel, príncipe de Judá, da casa de David, que restabeleceu os Judeus no seu país, depois doédito de Ciro (séc. V a.C.). (N.T.)


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Eclesiastes ( Artigo )
- Palestina Ou Israel?
- Jesus Se Casou?
- Hermenêutica
- Agostinho E Sua Teoria Da Iluminação Divina
- Diaspora And Multiculturalism
- Quem Somos Nós

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online