PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


REINO DE CONSCIÊNCIA



ARREPENDIMENTO 2 - REINO DE CONSCIÊNCIA Em Mateus 3 João Batista começa a pregar, em Mateus 4 vemos Jesus começando a pregar, e ambos chamavam todo o povo ao ARREPENDIMENTO. Mas arrepender-se do que? A palavra Arrependimento não está associada com a culpa, mas com a expansão da nossa consciência. Arrependimento é mudar a forma de entender a Deus, seus caminhos e seus propósitos e concordar com Ele. Mas se João Batista e Jesus chamava o povo ao arrependimento, era como se eles estivessem chamando o povo para entender o Reino de Deus de uma forma diferente daquela que eles entenderam até aquele momento. Embora sejam poucas a passagens que mostrem no que consistia a pregação de João Batista, com Jesus podemos nos fartar e entender para quais mudanças Ele chamava o povo. Em Mateus 5 a 7 temos a pregação de Jesus, a chamada para o arrependimento, do que Ele queria que se arrependessem: - Jesus explicou quem eram os bem aventurados para Deus: O pobre de espírito, o que chora, o manso, os famintos e sedentos de justiça, os misericordiosos, os puros de coração, os pacificadores, os que sofrem por causa da justiça. E o interessante é que qualquer pessoa do mundo poderia ser a pessoa acima citada. Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, de qualquer religião poderia fazer parte das pessoas acima citadas. Com isso Jesus tira a importância e o foco da religião e coloca no coração de cada um e nas suas atitudes com relação às suas próprias vidas e a Deus. - Jesus explicou quem é o sal da terra e a luz do mundo: todos os que estavam ouvindo Ele. Não só os discípulos, mas toda aquela multidão. Todos somos responsáveis pelo mundo em que vivemos. Todos somos chamados para preservação e iluminação neste mundo, quer seja com uma palavra, com uma ação de bondade ou de justiça, amando as pessoas, cuidando dos necessitados, agindo com justiça. Tudo isso ressalta o sal e a luz que Deus colocou dentro dos homens. - A partir do verso 17 ele começa a mostrar como é o cumprimento da lei, como é que Ele e todos estariam cumprindo a lei, e faz a comparação entre o que se dizia antes dele e o que Ele dizia. E mostra a realidade das leis do Reino de Deus: Antes - Assassino era o que matava alguém; Agora - Também quem odeia, se encoleriza sem motiva; quem menospreza o outro. Antes - Adultero era o homem casado que tinha relações sexuais com outra mulher; Agora - Também o homem que olha com desejo impuro e fala do homem que faz com que a mulher se torne adúltera. Antes - O juramento era algo que deveria ser cumprido; Agora - quem odeia, se encoleriza sem motiva; quem menospreza o outro. Antes - A lei era a da retribuição, da vingança; Agora - é a lei do amor. E tem muito mais. Ele vai reinterpretando a forma de jejuar, de dar esmolas, de orar, e por aí vai. A maioria das disciplinas espirituais foi redefinida por Jesus. E por que tudo isso? Porque o Reino dos Céus chegou à terra. Aquilo que os homens conheciam somente em parte ficaria obsoleto ante a toda revelação de Jesus, o Filho de Deus. Por isso o foco da pregação era: MUDEM A MANEIRA DE ENTENDER A DEUS E SEUS PROPÓSITOS E CONCORDEM COM ESTA MUDANÇA, PORQUE ESTOU AQUI PARA MOSTRAR O QUE VERDADEIRAMENTE É O REINO DE DEUS.


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Viva São João!
- Ímpios, Pecadores E Escarnecedores.
- A ImportÂncia Da Humildade
- Chamados Para A Santificação
- Recontrutores De Deus
- Honrando A Jesus
- Mudança De Estilo De Vida - Jesus

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online