PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


ÍMPIOS, PECADORES E ESCARNECEDORES.



ARREPENDIMENTO 3 - ÍMPIOS, PECADORES E ESCARNECEDORES. Salmo 1:1 - Bem aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Você sabia que Jesus veio mostrar quem são os ímpios, pecadores e escarnecedores que não se deve ouvir conselho, andar e comungar com eles? É só olharmos para o que Jesus fez e imitá-lo. O que era diferente, antes da vinda de Jesus? Na categoria de ímpios, pecadores e escarnecedores estavam as prostitutas, os ladrões, os publicanos, os samaritanos, os romanos e todos os outros povos que eram considerados os gentios. Quem eram as pessoas com que Jesus não comia, não conversava, não andava junto, não tinha comunhão? Os religiosos e os opressores do povo: Fariseus, saduceus, escribas, sumo sacerdotes, governadores. Aliás, somente três vezes Jesus comeu com essa gente: 1) Lucas 7:36-50 - Na casa de Simão, Fariseu. Foi lá que uma mulher lavou os pés de Jesus com suas lágrimas, enxugou com seus cabelos, os beijou e ungiu. Mas Simão ficou indignado com esta cena e Jesus o advertiu que ela tinha feito o que Simão não fez e o confrontou com a sua falta de amor. 2) Lucas 11:37-54 - Um fariseu O chamou para jantar, mas admirou-se que ele não lavou as mãos conforme a tradição dos judeus. Jesus começou a meter a boca nele, na sua própria casa e depois em todos os convidados. (heheheheh que fantástico!!) 3) Lucas 14:1-24 - Jesus, ao entrar na casa, no sábado, curou um homem hidrópico (com barriga d´água) olhando e perguntando para os doutores da lei e fariseus se era lícito curar no sábado. Ao chegar à mesa viu o pessoal todo tentando escolher os melhores lugares e lhes chamou a atenção. Não contente, ele virou para o seu anfitrião e disse que na próxima vez que ele desse uma festa deveria convidar pessoas que não podem lhe retribuir, não aquele tipo de pessoas que estava lá. Por fim, um dos convidados que O ouviu falar quis "puxar o saco", mas Jesus deu-lhe uma bordoada como resposta. Porém, você verá várias vezes a citação de Jesus estar com os mais marginalizados por aquela sociedade. Mas existiram muitas outras evidências dessa reinterpretação do Salmo 1. Já reparou em quantas parábolas de Jesus um religioso era o mocinho? Nenhuma. E quantas tinham samaritanos, publicanos, e pessoas simples do povo? Ora, todas. E tem mais: Lembra-se quais foram as duas pessoas que Jesus encontrou grande fé em Israel? Ora, não foi em nenhum religioso (fariseu, saduceu, escriba ou sacerdotes), não foi em nenhum judeu, não foi em ninguém do povo de Israel. As duas pessoas em que Jesus encontrou grande fé estava ligada a Deus por causa de Deus e não pela religião: O centurião romano (Mateus 8:5-13) e da mulher siro-fenícia (Mateus 15:21-28). Será que se Jesus estivesse entre nós hoje ele não escolheria os homossexuais, os bicheiros, os fiscais de imposto de renda para comer entre eles e pousar em suas casas? E será que ele não evitaria as casas dos pastores, padres e líderes religiosos? Bem, é para pensarmos e nos arrepender da forma como temos vivido o Reino de Deus até hoje.


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Principios De FÉ Evangelica
- Política E Religião No Tempo De Jesus
- Evangelhos
- Viva São João!
- Reino De ConsciÊncia
- Interesse Em Estar Com Ele
- O Papa Do Jesus Histórico

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online