PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Amor ou Paixão?



Porque será que no início do relacionamento os casais se mostram amorosos, praticam o jogo da conquista e da sedução? Porque suas ações são cheias de simpatia e encantamento, mas de repente o que era mágico esmorece? As palavras, antes doces carinhosas, deixam de oferecer o que elas possuem de melhor: elogios e incentivos.


No início da paixão, há um grande cuidado com a aparência: roupas bonitas e cabelos impecáveis. O mundo ao redor muda de cor.  Tudo isso acontece porque os casais estão no período inicial da conquista, do cortejo, da necessidade de abraçar o outro com o melhor que existe dentro de deles.


Não existe nenhum relacionamento perfeito, sem crises. Geralmente, quando a fase da conquista é alcançada, o relacionamento inevitavelmente passará por um período de turbulências. E, são esses ventos contrários que atuarão no sentido de revelar o que antes estava oculto. É nesse momento que aflorarão a intolerância e os defeitos. Se o que existir for amor, ele sobreviverá às intempéries da vida, mas se for apenas paixão, o sexo prazeroso e o beijo ardente não serão capazes de segurar a relação. 


De fato, os relacionamentos baseados apenas na aparência física e na atração são alicerces de areia que vindo o vento os destrói. Pois, o desgaste, o esgotamento acaba por revelar o que realmente existe.  Sendo apenas paixão, o beijo, antes ardente, se torna frio e sem vida. O abraço não aquece mais, o diálogo é sepultado, iniciando-se a desarmonia e o conflito.


Relacionamentos baseados apenas no entusiasmo são assim. Ela não sobrevive aos ventos da tribulação. Não possui raízes fortes para se solidificar. É por isso que o sentimento morre. O coração, no qual é plantada a semente da paixão, é sufocado pelos espinhos da vida, fazendo brotar ressentimentos, infidelidade, desamor e tristeza.


Perde-se o rumo e não se consegue entender o motivo de tantos desencontros. Somente Jesus Cristo pode mudar essa realidade. Ele pode visitar nossos corações e ressuscitar os mais belos sentimentos.


Se o que existe entre dois indivíduos for amor, os obstáculos se tornarão força motivadora para seguirem em frente. Isso porque o amor é cheio de qualidades: sofredor, paciente, esperançoso (I cor 13).


O amor não falha, não se ensoberbece. Quem ama sabe esperar o momento certo para agir. Não se comporta inconvenientemente, sabe quando tem que parar. Não fica insistindo quando vê que as coisas não estão conforme seus sonhos. O amor verdadeiro perdoa. Esquece os desencontros e conflitos do passado.  O amor sabe se alegrar com a vitória de seu parceiro, com seu sucesso. Aqui, em contraposição à paixão, não cabe inveja, competição, mas cooperação e admiração pelas conquistas do ser amado.


É assim a paixão: morre nos momentos de crise e dificuldade, mas o amor não, O amor usa a dificuldade para fortalecer o relacionamento. Quando há amor, a crise serve para fortalecer e amadurecer o casal. É esta a diferença entre o amor e a paixão.





Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Afinal, O Que é Amar?
- Closer
- Dia Dos Pais
- *imaginação*
- Dicas De Como Casal A Desenhar Facilmente Ou Estimular A Paixão Marrie
- Amor Em Preto E Branco
- Jesus,exemplo De Amor Maior

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online