PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


O ZODÍACO E A BÍBLIA



Pesquisando sobre profecias, o autor notou que os reis em cujos reinados houve profecias, havia uma forte ligação entre a situação sócio-econômica, politica e religiosa; e, somente judeus eram os profetas; não havia profetas gentílicos. Curiosidade despertada, surgiu outra pergunta: - Porque deus se ocupou apenas com um povo? Quando Deus chamou Abrão, a humanidade já era formada de muitos milhões de pessoas. Eles já estavam divididos em Nações - algumas poderosas - Todas, criação divina.

Para entender essa atitude divina, examinar fragmentos históricos narrados em Gênesis 11.1,9 e em Romanos 1. 18-32, cujo fato central é a dispersão da humanidade que segundo a Bíblia se deu a partir de Sinear, numa planície onde os descendentes de Noé se estabeleceram após o Dilúvio.Em Gênesis 1.9, Deus primeiro separou os homens confundindo sua linguagem, levando-os a se reagrupar conforme as mesmas. Depois procedeu à fissura do grande continente (Gondwana), de acordo com as diferenças dialetais, o que deu origem aproximadamente à divisão contininental atual. Baseando-se no significado das palavras hebraicas no texto bíblico, no contexto em que estão inseridas, procura encontrar respostas à motivação divina para promover tal dispersão. Surge aí a explicação: - a luta do bem contra o mal; é o conflito registrado nas Escrituras, de Gênesis 3.15 até o nascimento do Salvador. Todo o conflito teria tido início com a explosão de ira de Satanás quando Deus decidiu que cabia ao homem a posse do domínio que antes era dele. A obra de seis dias e a Criação do homem, representa apenas o primeiro estágio do plano divino para derrubar Satanás. A queda do homem foi o primeiro contragolpe para frustar o plano divino. O homem não morreu graças à intervenção divina. A partir daí Satanás se empenhou em que o Salvador prometido não viesse ao mundo. Abel,'um homem de Deus' foi a primeira vítima desse confronto. O nascimento de Sete (o indicado, seg. Eva) determinou o início da linhagem através da qual sairia o descendente prometido. A primeira idéia é que o prometido Salvador seria filho de Eva; depois a idéia passou a ser que seria filho de qualquer mulher. Os "filhos de Deus" - anjos caídos - procuraram corromper todas as mulheres da raça adâmica. Deu contornou a situação, conservando uma família isenta da corrupção sexual generalizada, destruindo as demais com o dilúvio. Através de Noé se estabeleceu uma nova ordem, com orientação divina.

Qual o tempo certo para novo ataque de Satanás? - A Bíblia cita Ninrode, 'um poderoso caçador de homens' e que começou a ser poderoso. Seu reino, Babel. Porém, os tempos e as épocas estão sujeitos à superintendencia divina.O Senhor interveio. Em Gênesis 11.5-8, o Senhor desceu para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam, confundiu as linguas e os dispersou, cessando a construção. Em Romanos 1.18-28 é abordada a corrupção a que se entregaram os homens, o desprezo pelo conhecimento de Deus, o obscurecimento do raciocínio, coração insensato, etc, que deu origem ao paganismo. A apostasia da raça determinou a dispersão. A humanidade teve sua oportunidade, e desprezou. A construção da torre de Babel é que realmente provocou o castigo maior, afetando o futuro da raça humana. As palavras "agora não haverá restrições para tudo o que intentarem fazer" (Gn.11.6) indicam que estavam de posse de conhecimentos proibidos, com os quais poderiam concretizar todos os desejos, ambições, coletivos e individuais...

Disse Deus "Haja luzeiros no firmamento dos céus... e sejam eles por sinais, para estações, para dias e anos"(Gn.1.14) contém a explicação para entender a importância e gravidade do conhecimento da Astrologia como ciência divina, diferente da Astrologia distorcida praticada. A Astrologia se baseia na história envolvida nos Sígnos do Zodíaco cujas figuras todos conhecem. Os registros do zodíaco são antigos, com mais de 4 mil anos A.C., quando o solistício de verão estava em Leão. Antigas tradições falam que a Astrologia se originou com Adão, Sete e Enoque, sendo que Enoque havia levantado duas colunas - uma de tijolos e outra de pedra - descrevendo a predição das estrelas acerca dos dois julgamentos futuros - um pela água e outro pelo fogo.

Escavações em ruínas de Babilonia, levaram o Gen. Chesny a descobrir "Birs Nimroud" a SO de Hillah, uma construção de tijolos de argila com 47 m acima da planície com uma base de 120 metros, com 7 estágios, correspondendo aos planetas e no topo uma torre com os signos do zodíaco e outras figuras astronomicas. Segundo a teoria do Dr. Bullinger, os signos olhados em determinada ordem, fornecem um relato do cumprimento das promessas do Deus, no Jardim do Édem a respeito da vinda do Salvador.O Zodíaco é representado em circulo. Por onde começar a interpretação? - Aí entra o enígma da Esfinge: cabeça de mulher e corpo de leão. Os povos antigos conheciam essa mensagem antes da dispersão. O conhecimento se perdeu, passando a ser usado para interpretar previsões aplicadas a qualquer pessoa e não mais em relação a um homem - O Salvador. O segredo contido na Astrologia divina deve permanecer oculto, pois a mente humana não tem capacidade para entendê-lo de maneira correta.

Hoje (1937) a humanidade caminha para o fim da dispersão graças às facilidades de comunicação..., o que se for verdadeiro o que as Escrituras afirmam, caminhamos para um futuro de possibilidades terríveis e asustadoras. ( que diria hoje com a globalização?)

Os filhos de DEUS, os Anjos caídos, os nifilins, etc., espíritos desobedientes dos dias de Noé, foram condenados e aprisionados e aguardam o juizo final.



Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados



 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online