PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Vitória no deserto



Todos nós experimentamos situações difíceis e adversas. Todos nós temos nossos próprios limites e tolerância. Mas, há coisas que acontecem que nos tira o chão. Entretanto, é importante sabermos que há um propósito de Deus em tudo o que nos acontece. Quando ele nos leva para lugares ermos e solitários, ele deseja nos mostrar o nosso real destino. Não vamos ao deserto por acaso. O povo de Israel quanto viveu no deserto tinha um destino e esse destino era Canaã. Nós também temos um destino.


O deserto nos faz enxergar quem Deus é, seu poder, sua graça, sua misericórdia. Sua vontade é nos dar vitórias e conquistas sobre todas as adversidades e situações que parecem não ter saída. Foi assim com Israel, quando tudo parecia o fim, Deus abriu o mar.


O deserto jamais nos derrotará, pois Deus está conosco. E ele tem o melhor para nós. É mais fácil lidar com o deserto quando vemos um propósito que nos treina e gera perseverança (Rm 5: 3,4). Deixe que a circunstância torne você uma pessoa mais consagrada, que ora mais, que jejua mais, etc. Somos guerreiros e nossa história pessoal será marcada pelos gigantes que conseguimos demolir.


Perseverar implica em nunca retroceder, nunca abandonar a luta. Um dia o deserto vai acabar e quando você olhar para trás, conhecerá a alegria por não ter desistido. Há muitas situações que não controlamos: a família em que nascemos, a raça que pertencemos, entretanto a confiança em Deus, a nossa fé pessoal, pode e deve ser desenvolvida. Não podemos delegar aos outros, por mais próximos que sejam a nossa fé. Seremos confrontados e a tendência humana é fugir, mas quando acreditamos e confiamos em Deus que Ele tem o melhor para nós, permanecemos, pois eu sei que Deus cumprirá seu propósito em mim e todas as coisas cooperaram para isso (Rm 8: 28).


Em Terceiro lugar: creia que Deus proverá todas as coisas.

lembre-se que no deserto pela qual passou Israel, não lhes faltou alimentação, carne, água, sombra, bem como o cuidado de Deus no que diz respeito a vestimenta e calçados. Estes se conservaram por 40 anos, inclusive das crianças que cresceram.


Em Mateus 6: 25 ? 34 há uma exortação: olhe para o céu, para as aves, os pardais que alegremente cantam em Jerusalém, que não plantam, mas são cuidados por Deus. Deus cuidará de você. Preocupe-se com o que te faz agir em desarmonia com as promessas de Deus, não veja só o natural, mas seja bem-aventurado por crer sem precisar ver (Jo 20:29). Tudo o que Deus nos promete, se cumpre. A ansiedade não resolve nada e a preocupação é uma opção, decidimos nos preocupar. Temos a escolha de confiar em Deus e descansar.


Em Quarto lugar: é preciso crer que Deus está ouvindo seu clamor.

Nossa oração fervorosa (clamor) será sempre escutada pelo Pai, portanto é certo que algo Deus sempre fará, arrisque-se a sair do barco, desafie suas dúvidas e incredulidade. Deus ouve o clamor de seu povo (Ex 3:7 e Sl 34:15) e a alegria virá, como cantamos na música ?Deus de Aliança?.


Deus é maior que as ciladas do diabo. Ouse acreditar nos propósitos de Deus, não limite Deus, que traz as coisas que não são para a realidade, Deus pode fazer de uma pessoa desmotivada, um novo Paulo, de um fracassado, um novo Pedro. O deserto revela o que temos em nosso interior e pode ser uma avalanca para mudança. A atitude do filho pródigo poderia ser de se estabelecer e ser bem sucedido, mas ele chegou ao fundo do poço e lembrou que há um pai e o buscou.


Na circunstância que te oprime você pode ascender em poder. Deus tem o melhor, o diabo nunca levará nada, a morte não pode nos vencer. Em Deus nunca perderemos.


Quinta atitude: aprender a louvar. Louve (Hb 13:5), mesmo quando é a coisa que menos você queira fazer. Nossa tendência é que no cansaço nos tornemos nervosos. Paulo e Silas (At 16: a partir do verso 19) louvaram o Senhor na extrema adversidade. É fácil louvar quando as coisas estão boas, mas na hora da dor e da indefinição é que devemos aprender a oferecer sacrifício de dor ao Senhor e transformar dor em poder. Na hora da extrema dificuldade, louve ao invés de murmurar ou desesperar. Você sairá mais experiente das batalhas e terá uma palavra de esperança em seus lábios.


Enfim, devemos abrir nossos corações e ter pensamentos de Deus em nossa vida. Embora os pensamentos dele sejam mais elevados, fomos chamados para nos transformar num povo vitorioso, pleno de virtude e motivação. A chave para isso é ser cheio do Espírito Santo, à semelhança de Jesus Cristo, um verdadeiro cristão. Creia que Deus proverá todas as coisas, Ele te conhece e ouve a tua voz. Bendito é o Senhor!





Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Construindo Um Deus Para Si
- O Que Fazer Quando Não Se Sabe O Que Fazer
- Os Pensamentos De Deus
- Pensamentos De Deus
- O Poder Da Palavra
- A Mente Enganosa - Como Gerenciar Seus Pensamentos
- Ele Sabe Todas As Coisas

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online