PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


A PARÁBOLA DA PÉROLA



          As pérolas constituem enfeites para a gente fina; são raras, por isso são caras. Quem possui grandes e finas pérolas possui tesouro, possui fortuna.


          Além disso, são jóias muito apreciadas no seu todo, pela sua estrutura, pela


sua composição.


          Os porcos não apreciam as virtudes das pérolas; preferem milho ou alfarrobas. Se


lhe dermos pérolas, eles pisam-nas e submergem-nas no lamaçal em que vivem; por isso


disse Jesus: ?Não deis pérolas aos porcos.?


Certamente já havia o Senhor do Verbo Divino comparado o Reino dos céus a uma


pérola de raro valor, quando propôs aquela recomendação a um discípulo que


deliberara anunciar a sua Doutrina a um homem-suíno.


          Na verdade, há homens que são Homens, e há homens que se parecem muito com


os suínos.


          O suíno vive exclusivamente para o estômago e para a lama. Os homens suínos


também vivem de lama e para o estômago. A estes as ?pérolas? nada significam: as


alfarrobas melhor lhes sabem.


          O Reino dos Céus, nos tempos atuais, é incompatível com o Reino do Mundo.


          Para a aquisição da pérola o homem vendeu tudo o que possuía; para a aquisição


da Pérola do Reino dos Céus o homem precisa vender o Reino do Mundo.


          Há Reino do Mundo, e há Reino dos Céus. Aquele desaparece com as revoluções,


ao chamado da morte, ou sob o guante da miséria.


          O Reino dos Céus permanece na alma daquele que souber possuí-lo.




Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Debates Sobre O Matrimonio E Outros
- Reino De ConsciÊncia
- O Sumo Sacerdote Na época De Jesus
- A ImportÂncia Da Humildade
- Satanalogia - A Doutrina De Satanas
- Um Conhecimento Indispensavel
- Honrando A Jesus

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online