PUBLICIDADE

Página Principal : História


Conquista Sangrenta



A superioridade do armamento europeu não explica a vitória do conquistador sobre os nativos americanos. Os índios eram numericamente superiores. Chegando a representar cerca de 500 a 1000 índios para cada europeu.

 Na luta contra os nativos, o conquistador contou também com a chamada guerra microbiana. Isto é, diversas doenças infecciosas trazidas pelos europeus _ Sarampo, Tifo, Varíola, Malaria, Gripe e outras; eram letais para os índios, que não tinham resistência imunológica para elas. Tais doenças provocaram grandes epidemias, matando aldeias inteiras.

 Contaminado por essas doenças que ignorava e não sabia combater, o indígena sofria duplo impacto _ físico e psicológico; pois supunha, muitas vezes, estar sendo castigado pelos seus deuses. Desse modo, entregava-se ao mais desolador sentimento de apatia.



Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Conquista Da América
- Indios Resistiram A Conquista Do Oeste
- A Questão Racial No Brasil
- A RepÚblica De Weimar (1919-1933)
- Os Indígenas No Brasil
- A Ilha Da Páscoa
- A Ocupação Do Brasil. In: O Povo Brasileiro

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online