PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


A consciência umbandista



Somos irmãos e professamos a mesma religião, ponto. Então, não consigo entender as discordâncias coléricas que crescem a cada dia envolvendo preceitos, mistérios e mesmo fundamentos dos mais comuns.

         Temos urgente necessidade de entender e respeitar a opinião que não se alinha com a nossa. Caso contrário, acabaremos envolvidos em uma guerra inútil que nos levará ao fundo do poço. A imagem passada por tais discussões é a de que nossa religião é terra de ninguém, aonde quem chega manda e desmanda.

         Pior ainda é passar a idéia de que não temos a mínima idéia sobre nossos próprios rituais já que mostramos para quem está de fora que não conseguimos nos entender até mesmo em pequenas coisas. Seria tão mais fácil e coerente se todos se permitissem usar a consciência umbandista que existe e deve ser utilizada.

         O que diz essa consciência?  Respeite as enormes diversidades ritualísticas contidas na Umbanda! Respeite as crenças de nossos irmãos! Respeite a sabedoria e, mais ainda, a falta dela! Respeite para ser respeitado! Coloque sua forma de pensar e crer exatamente como são e permita que seu irmão faça o mesmo.

         Em caso de divergência, ambos podem, e devem mostrar seu lado da questão, mas, por favor, de forma educada e adulta. Se cada lado resolver ser o dono da verdade, nada se aprenderá e a tal imagem que nos denigre aparecerá.

         Quando utilizamos a consciência umbandista, procedemos da maneira correta, muita coisa passa a ser entendida e aceita com mais naturalidade e eu não me espantaria ao ver irmãos praticando rituais que outro lhe disse e ele nunca havia sonhado em fazer, apenas por não ter entendido antes como devia (ou se podia) ser feito.

         Esqueça a frase "não existe", dentro de nossa religião ela (a frase), é que não pode existir, o processo evolutivo é grandioso e se processa com rapidez incrível. O que foi dito ontem que não existia, hoje já pode haver aos centos.

         Usando paciência, educação e respeito, ensinamos e aprendemos com tranqüilidade, sem o malfadado ranço da necessidade de saber tudo, isso apenas demonstra falta de humildade. Assim é a Umbanda que conheço e pratico! E você? Está utilizando a consciência umbandista?



Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- O Umbandista Adora Imagens?
- Desabafo De Umbandista
- A Umbanda
- A Quaresma Na Umbanda
- Preconceito Vocabular
- Umbanda Religião Brasileira?
- Amor E Respeito

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online