PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


www.ongrace.com: Atos Desnecessários e Perigosos



E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso? (Mateus 16.22).

Nesta passagem, o Senhor havia elogiado Pedro por sua resposta brilhante, na qual revelou crer que Jesus é o Mestre, o Filho de Deus. Contudo, Ele o advertiu do seguinte fato: não foi por meio de seu intelecto que o discípulo entendeu que Cristo era o Senhor, mas, sim, pela revelação do Pai, que está nos Céus. No entanto, ? em vez de meditar no que ouviu de Jesus, Pedro se deixou levar pelo inimigo e, pasme, logo a seguir, quando o Salvador falava do que Lhe sucederia, achou-se no direito de repreendê-Lo.

Esse episódio nos ensina a termos cuidado para não cairmos em erro semelhante, achando falta em Deus. É bom verificarmos a fonte daquilo que ouvimos, certificando-nos desta questão: o que sentimos vem do Altíssimo ou não? Ora, essa resposta vem ao nosso coração por meio da pregação da santa Palavra, afinal, o que vem do Céu tem de estar de acordo com o que dizem as Escrituras. Na verdade, nem tudo aquilo que ocorre em nosso coração vem do Senhor. Um erro muito comum, por exemplo, é não prestarmos atenção ao que sentimos e, então, logo entregarmos a ?mensagem? como se ela fosse da parte do Senhor. Isso é perigoso, pois, se não vem dEle, vem do inimigo, direta ou indiretamente.

O que ocorreu não foi um ato simples, sem maiores consequências, mas uma entrada do diabo para levar o discípulo a atrapalhar o plano divino. Quem não vigia, em uma conversa descompromissada, pode ser usado pelo adversário para tirar uma pessoa da vontade de Deus, dando-lhe conselhos que nada têm a ver com o Altíssimo. Isso é coisa séria!

Pense neste exemplo: imaginemos que certa pessoa tenha caído em pecado, e o Senhor a está disciplinando. Ela sente que errou e começa a confessar sua transgressão. Então, ao nos encontrar, ela diz que sente a mão divina pesando sobre sua vida (Salmo 32.4). Sem pensar, dizemos a ela que isso é pura bobagem; basta reconhecer que pecou e pedir o perdão de Deus, pois, assim, tudo acabará. Ela afirma que já fez isso ? mas, na verdade, não como deveria fazer. Então, nós a convencemos a acreditar que tudo já está resolvido, e o melhor agora é tirar esse pensamento da cabeça. Ela, por sua vez, acredita e resolve não mais abrir seu coração para o Senhor. Quem é o responsável pela sua atitude? Quem terá de prestar conta por tal ato?


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- A ImportÂncia Da Humildade
- VocÊ JÁ Ouviu Falar Das Quatro Leis Espirituais?
- Como Saber Que Sua Oração Será Respondida?
- Honrando A Jesus
- Família - O Eterno Propósito De Deus 2
- Coisas Do Alto 2 - O Verdadeiro Senhor Do Anel
- Porque As Pessoas Se Suicidam? Falta Jesus Em Seu Coração.

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online