PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Mega Polêmica ? Bíblia, verdade ou lenda?



    Mega Polêmica ? Bíblia, verdade ou lenda?

    No século 16, quando Galileu defendeu a tese de que a Terra não era o centro do universo, foi a primeira batalha entre a ciência e a religião. Galileu teve que negar suas idéias para não ser queimado vivo, mas pouco a pouco, a religião perdeu a autoridade para explicar o mundo. Darwin lançou depois a sua teoria da evolução das espécies e o fosso entre a ciência e a religião aumentou ainda mais. Nas últimas décadas, a bíblia passou a ser alvo de estudos como a filologia, a arqueologia e a história. E os cientistas estão provando que o livro mais famoso da história da humanidade é na verdade em sua maior parte, uma coleção de mitos, lendas e propaganda religiosa.

  • Primeiro livro impresso por Guttemberg, no século 15 e o mais vendido da história, reúne escritos para as 3 grandes religiões monoteístas: judaísmo, islamismo e cristianismo. Trata-se de uma biblioteca de 73 livros escritos em momentos históricos diferentes. O velho testamento que é aceito como sagrado pelos judeus, cristãos e muçulmanos e composto por 46 livros que pretendem resumir a história do povo hebreu. Os primeiros 5 livros compõem a Tora do judaísmo e em grego receberam o nome de Pentateuco. São considerados históricos porque pretendem contar o que aconteceu desde o início dos tempos, incluindo a criação do homem até o dilúvio. O Instituto de Arqueologia de Tel Aviv publicou uma obra que causou choque em estudiosos de arqueologia da bíblia porque reduziu ao relatos do antigo testamento a uma coleção de lendas inventadas a partir do século 7 Ac. O Gênesis foi visto como uma epopéia literária, o mesmo vale para as conquistas de Davi e as descrições do império de Salomão.

  • O Novo Testamento ? O núcleo central são os 4 evangelhos, a palavra evangelho significa "boa nova", e a intenção desses textos é clara: propagandear o cristianismo. Os chamados sinóticos, que contam a mesma história, seriam a prova de que os fatos realmente aconteceram, mas o problema é que tais textos não foram escritos pelos evangelistas em pessoa, como muitos supõem, mas por seus seguidores entre os anos 60 e 70, décadas depois da morte de Jesus, quando as versões já estavam contaminadas pela fé e por disputas religiosas. Os cristãos estavam sendo perseguidos e mortos pelos romanos e alguns dos primeiros apóstolos estavam velhos e doentes. Para que a mensagem não caísse no esquecimento, Marcos foi o primeiro a coloca-la no papel e Mateus e Lucas tiraram do texto anterior situações que lhes pareciam heresias. Em Marcos, Jesus é uma figura estranha que precisa fazer rituais de magia para conseguir um milagre. Alguns fragmentos de evangelhos apócrifos fizeram parte de uma biblioteca cristã, descoberta em 1945 em cavernas do Egito.




Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Evangelhos
- Mega Bíblia - Os Evangelhos Sinóticos
- Procura-se Jesus Cristo
- Pilares Da Fé - Cristianismo
- Um Diálogo Entre Os Evangelhos
- Teologia ? A Bíblia
- Bíblia ? Pentateuco, Relatos E Dados Históricos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online