PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Fanatismo Fatal - Adoradores de Ufos se suicidaram nos EUA



Fanatismo Fatal - Adoradores de Ufos se suicidaram nos EUA

O suicídio coletivo de 21 mulheres e 18 homens pertencentes a seita Portão dos Céus, numa mansão em San Diego, EUA, foi revelado ao mundo em março de 1997, ás vésperas do feriado de páscoa e já havia sido anunciado hámuito. O líder e mentor, Apple-White, há 40 anos atrás iniciara a apregoação de suas idéias exdrúxulas. O fato coincidiu com a aproximação do Cometa Hale-Bopp. A história é longa: A descoberta do cometa pelos astrônomos amadores Alan Hale e Tom Bopp em 22 de julho de 1995 mexeu com o imaginário das pessoas. Para alguns fundamentalistas cristãos o aparecimento do cometa no final do milênio prenunciava o final dos tempos, obscuramente profetizado no Novo Testamento e para certos ufólogos seria uma nave disfarçada, comandada por extra-terrestres. Espalharam-se boatos de que o então presidente Bill Clinton e o Papa João Paulo II guardavam segredo a respeito. Desde tempos antigos, apararições de astros eram ligadas a mensagens celestiais e presságios. Hoje porém tais crendices não fazem mais sentido. Os membros das seitas, cegos por suas estúpidas convicções, desprezaram os conselhos dos astrônomos e decidiram que valeria a pena se matar para se encontrarem com a nave. Segundo as autópsias, o grupo se matou usando uma mistura de drogas como o fernobital, álcool e doce de maçã. Ao contrário do que se supõe, as altas tecnologias contemporâneas são permeáveis a um misticismo irracional que resiste a todos os prognósticos científicos. Numa fita de vídeo enviada por um ex-membro, que anunciava o suicídio, a maioria dos integrantes aparecia bem-humorada, alguns rindo. "Vamos passar para um nível acima do humano", afirmou ingenuamente um deles. Para o grupo, a morte os levaria a uma vida melhor e acreditavam que iriam encontrar um Ufo atrás do cometa, que os levaria para um outro planeta, onde viveriam numa civilização superior. Há seitas que tiram apenas o dinheiro dos membros, mas esta, tirou a propria vida, algo que não tem preço. A seita era hostil ás relações sexuais e o líder Apple-White, e 5 dos 18 homens encontrados mortos na mansão eram castrados. Ironicamente, Apple-White passou a buscar o ideal de "pureza sexual", após ter sido demitido da Universidade Católica onde lecionava música, após descobrirem que mantinha relações sexuais com um estudante. A Aum Shinrikyo, um culto japonês que atacou o metrô de Tóquio com o gás venenoso sarin em 1995, se utilizava da Internet, bem como centenas de outros grupos no mundo. Os computadores se tornaram poderosos veículos de informação, tanto verdadeiras quanto falsas; tanto boas, quanto más. Os suicidas não eram analfabetos ou pobres desesperados, diante disso, somos obrigados a considerar que além dos tradicionais bolsões de miséria, temos o problema da alienação social e psicológica de pessoas educadas, de classe média ou alta, que embora convivendo com o conforto e a sofisticação, estão deslocadas da realidade, vivendo numa zona nebulosa entre a fé cega e a alucinação.


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Filme Com Homem Preso No Elevador Vira Febre Na Internet
- Técnicas De Meditação No Zen Budismo
- Os Eunucos
- Os Motivos Do Suicidio
- Fundamentalismo
- O Desafio Da Morte
- Mais Sobre O Culto Aos Ufos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online