PUBLICIDADE

Página Principal : Estudos de Religião


Procura-se Jesus Cristo



Procura-se Jesus Cristo

Segundo o Evangelho, quando Jesus recuscitou e apareceu aos apóstolos, um deles, S. Tomé, duvidou. Atualmente, a cautela de Tomé vem ganhando mais adeptos. A névoa mística que encobre a biografia de Jesus é muito espessa. Comprovações históricas não são imprescindíveis, já que os valores humanitários deixados pelo cristianismo são indiscutíveis. As pistas são precárias e controversas. Como sabemos, Cristo nasceu no ano 7 AC, nosso calendário Romano Cristão está errado. Tão pouco nasceu em 25 de dezembro e ainda de acordo com pesquisas, não nasceu em Belém, mas em Nazaré. Para a maioria dos pesquisadores, os reis magos, o presépio e a estrela de Belém são invenções dos evangelistas para identificar o nascimento de Jesus com a vinda do messias, anunciada no Velho Testamento. Sabemos também que os 4 evangelhos apresentam discrepâncias e contradições inconciliáveis. Não há nenhuma descoberta arqueológica ligada diretamente a vida de Jesus. Embora seja polêmico, a maioria dos pesquisadores acham que os 4 evangelhos oficiais não foram escritos por seus autores. São provavelmente compilações de mensagens anônimas ou atribuídas aos apóstolos. O evangelho de Marcos é o mais antigo, escrito por volta do ano 70 DC, o de Mateus é do ano 70 ou 80 e o de Lucas, do ano 80 ou 90, o de João foi o último, depois de 90. Há mais 60 evangelhos apócrifos, como o de Tomé, Pedro, Felipe, Thiago, dos Hebreus, dos Nazarenos, dos Doze, dos 70 e etc. No ano 311 o Imperador romano Constantino se converteu ao cristianismo e a Igreja, antes perseguida, ganhou apoio do estado. Foi o bispo de Alexandria Atanásio, ainda no século 4, quem escolheu os 27 textos do novo testamento: os 4 evangelhos, os Atos dos apóstolos, o livro das Revelações e as 21 cartas. Tudo escrito em grego e a primeira capital da cristandade foi Constantinopla e não Roma. A tradução para o Latin foi feita por S. Jerônimo na Palestina no século 5. Há uma hipótese de que partes do Gênese teriam sido criadas por teólogos, entre eles, Santo Agostinho (354-430). O conceito de pecado original, derivado da desobediência de Adão e Eva não existe no Velho Testamento judaico e é provável que outros textos clássicos também tenham sido adulterados. Herodes era um monarca detestado. Casou-se com um princesa asmonéia, mas a permanente paranóia de restauração judaica o levou a assassiná-la. Matou também 4 filhos, a sogra e o cunhado. Insultou os judeus construindo templos pagãos e um hipódromo para lutas de gladiadores em plena Jerusalém, mas o muro das lamentações continua de pé até hoje. No ano em que Jesus nasceu houveram 2 mil crucificações na Judéia. Na época, estavam divididos em 4 seitas: saduceus, fariseus; os essênios que eram eremitas, preferindo o isolamento e os radicais zelotes que pregavam a revolução contra Roma.


Veja mais em: Estudos de Religião

Artigos Relacionados


- Procura-se Jesus Cristo - 2ª Parte
- Religião ? Um Homem Chamado Jesus
- Evangelho Segundo Mateus
- Religião ? Os Reis Magos
- Nascimento Do Cristianismo
- Herodes, O Grande
- Mega Bíblia - Os Evangelhos Sinóticos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online