PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


O Sobrinho de Rameau



Este é um diálogo filosófico aos estilo dos primeiros filosofos sobre música e, por extensão, sobre a arte em geral. Discute o que faz um sujeito genial em seu processo de criação, muitas vezes constratando com a vida pessoal desses chamados notáveis. Diderot, ressuscita assim, a maneira pela qual os antigos gregos deixavam seu legado filosófico. É também uma sátira contra a sociedade burguesa da época, bem como, uma crítica aos partidários da música tradicional francesa que não viam com bons olhos a invasão da então música italiana. Além disso, Diderot declina os nomes de todos os seus desafetos e adversários no campo filosófico; ora revidando ataques ora lançando mão do tom irônico.
O titulo do livro se reporta ao grande músico francês Jean-Philippe Rameau, autor de tratados sobre teoria musical e compositor. O diálogo, no entanto, se dá com o sobrinho deste músico, um boêmio sem teto que vive de expedientes, mas que entende de música e de arte. Nesse contexto, os dois discutem aspectos da música e da arte, de modo particular da Ópera, Balé e outras expressões artísticas.


Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- Moclar Valverde
- A Música Na Antiguidade
- Desenvolvimento Da Ópera
- A Musica Hoje.
- Arte E Literatura Na Idade Média
- "a última Ceia" De Leonardo Da Vinci Contém Música.
- A Arte De Compor

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online