PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


O sonhador e o pessimista



Dois grandes amigos conheciam-se há muito tempo, cresceram juntos, riram juntos, choraram juntos, enfim amigos para vida inteira. Apesar de serem bons amigos nem sempre se entendiam bem. Um era sonhador o outro muito pessimista. O sonhador era um pequeno empresário de restauração. O negócio estava a ir bem e ponderava já aumentar o restaurante dada a afluência de clientes. O outro amigo era barbeiro tinha um pequeno estabelecimento perto do restaurante do amigo. O negócio não ia bem. Poucos fregueses e o espaço não era muito convidativo tão pouco armonioso. O sonhador sempre que necessitava de cortar o cabelo ia à barbearia do amigo e ouvia sempre o amigo queixar-se de que o negócio ia mal, não aparecem pessoas para cortar o cabelo, a vida está muito dificil etc.. O amigo tentava ajudá-lo sugerindo-lhe algumas ideiasmas que prontamente eram repudiadas dizendo que "não preciso disso!"; "para quê?"; "não tenho dinheiro para isso e nem quero gastá-lo a pintar isto!".Passaram-se cinco anos e algumas coisas mudaram na vida destes dois amigos. O sonhador caminhava para abertura do seu segundo restaurante o pessimista debatia-se com contas para pagar e corria o risco de fechar. O amigo religiosamente ia uma vez por mês cortar o cabelo ao estabelecimento do amigo e certo dia contou-lhe com alegria que ia visitar Roma. O amigo respondeu-lhe: - Vais pra Itália?! Para quê aquilo está sujo cheio de lixo no chão, tudo sujo!! Agora no verão está imenso calor vais transpirar como um animal! Se fosse a ti não ia, para quê!Eu quero conhecer Roma respondeu o amigo. Ao que o o pessimista responde: - Roma?!!!! Meu Deus para onde tu vais!! Lá há imensos assaltos!! Estão sempre a assaltar os turistas e até te podem matar!! É muito perigoso!! Eu não ia pra quê tou aqui tão bem... O amigo disse ainda que queria ver o Papa e e visitar o vaticano. O amigo respondeu: Xiiii!! Vaticano!! Vai lá estar tanta gente!! Tanto aperto, gente a empurrar-se para lá e para cá, muitas horas de pé, não vale a pena.Toda a vida o amigo do sonhador foi assim, pessimista, mas nunca deixou de ser amigo deste.O sonhador foi a Itália e voltou. Quando chegou dirigiu-se à barbearia do amigo contando-lhe as novidades. O pessimista assim que o viu perguntou-lhe: Então a Itália? Tou a ver que chegaste inteiro, mas aquilo estava tudo sujo não estava? Eu logo te disse que não valia a pena, pá!!O sonhador respondeu: Roma é linda! E sabes conheci o Papa! A sério que conheci!- Conheceste lá agora...- Juro! Estava no meio da multidão naquela grande praça, linda! O Papa veio até à janela e saudou todos os presentes. Pouco depois desceu para junto das pessoas e passava a uns vinte metros de mim qundo olhou para mim.- O quê? O Papa olhou para ti??!!!- Sim, juro. Em seguida parecia caminhar lentamente na minha direcção. E veio para junto de mim.- Uiii!! E o que é que ele disse?!! O que é que ele disse? Diz!!- Ele disse-me: Mas que raio de corte de cabelo é esse?!


Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- Vivendo E Aprendendo
- Cutler Anderson Architects
- Quem é O Seu Melhor Amigo?
- O Barbeiro, Deus Existe?
- DiscriminaÇÃo ; É Claro
- Construindo Um Deus Para Si
- Faça O Bem

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online