PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


UM CURSO EM MILAGRES



UM CURSO EM MILAGRES Mais do que ?mais um livro?, um desafio à fé, ao automatismo de nossos comportamentos e atitudes, e à capacidade de reformulação de sistemas de crenças a que fomos e vimos sendo submetidos, constantemente, em nossas vidas. Esse livro nos envolve porque possui um conteúdo rico, polêmico e bastante afirmativo.
Assim é UM CURSO EM MILAGRES, editado, originalmente, pela FOUNDATION FOR INNER PEACE. Ele foi psicografado por uma professora de psicologia médica americana, totalmente voltada para sua vida profissional e seu sucesso pessoal e muito pouco interessada nas coisas do espírito e da espiritualidade. Seu nome? Helen Schucman. Ela começou, três meses antes do início das revelações, a ter sonhos muito estranhos, com imagens que não conseguia entender, até que, num dia qualquer, tudo começou. Esta mulher permitiu-se, apesar de todas as dificuldades, de dramas de consciência profissional e choques ideológicos com seus sistemas de crenças, submeter-se, durante quase 7 (sete) anos, a uma voz, sem som, que lhe falava internamente, instruindo-a sobre temas bastante polêmicos e verdades do psiquismo humano, bastante revolucionárias, relativas aos comportamentos a ser adotados por homens e mulheres, para atingirem, definitivamente, o estado máximo de espiritualidade. Enfim, como proceder para empreender a volta à fonte, como fazer para voltar a Deus. Segundo o documento, milagres são legítimas expressões do amor, quando estamos em perfeito equilíbrio, sem as ilusões e perturbações do ego. É quando permitimos que Deus fale e atue através de nós. Existem apenas 6 atores, com que nos defrontamos no livro. São eles: 1) Deus (o pai); 2) Jesus (o filho); 3) o Espírito Santo; 4) o ?eu superior? de cada um de nós; 5) cada um de nós, no atual estado de desenvolvimento pessoal e espiritual em que nos encontramos e 6) o nosso irmão, ou irmã, representado por qualquer ser humano, próximo ou distante de nós. UM CURSO EM MILAGRES diz-nos da importância fundamental do Espírito Santo, que assume, de forma inequívoca, o papel de um pai protetor e dissipador de todos os sofrimentos e ilusões criados pelo ego, atuando somente através de pedidos e orações, como aquele anjo da guarda que permeava os sonhos de nossa infância. Sobre essa última afirmação, surge, no texto, um dos principais desafios a ser assumidos principalmente pelos adultos, que se julgam ser autônomos para lidar com quaisquer tipos de situações. Isso se dá no momento em que ?a voz?, a todo tempo, através dos blocos de textos de cada capítulo, lembra-nos de que existem e existirão situações em nossas vidas que não temos ou teremos condições de enfrentar sozinhos. Por essa razão, devemos, sempre, orar e pedir ao Espírito Santo, para que nos oriente sobre as situações nas quais nos julgamos inseguros e, muitas vezes, impotentes, para resolver. Este é o maior desafio de fé. Precisamos acreditar que, a nosso pedido, feito com autenticidade, clareza e respeito, uma força superior invisível é capaz de nos conhecer, a cada um de nós, e saber o que é melhor para cada um em momentos de dificuldades de toda ordem, por que passamos. Segundo ?a voz? a culpa, o medo e o pecado não existem e, tanto um quanto os outros, são decorrentes, na mente humana, da opção pela separação de Deus. Para concluir, aprendemos que o amor e o perdão, praticados como um padrão de comportamento e de atitudes, são a chave para a libertação do ego e conseqüentemente, das ilusões e do sofrimento, na Terra. Em síntese, se mudarmos nosso padrão de pensamento, modificamos a nossa realidade.


Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- A Melhor De Todas As Armas "o Perdão"
- Mudança De Estilo De Vida - Jesus
- Amigos Espirituais
- Comentários à Filemom
- Paixão Por Sua Presença
- Ocupado Demais Para Deixar De Orar
- Quem Foi Jesus?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online