PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


NÃO DIAGNOSTICARAM A TEMPO !




Uma PSICOSE ou uma NEUROSE ! CÉREBRO NÃO EMITE DOR ! Pode acessar meu site abaixo relacionado para saber de mais sinais e sintomas de " mal funcionamento do cérebro ". Ah , ninguém se suicida, mas comete suicídio !

Massacre no Nebrasca Hawkins queria "ser famoso" O mais recente morticínio nos EUA teve mais uma vez como protagonista um adolescente que queria deixar de ser um fardo e tornar-se famoso. Para isso matou oito pessoas e suicidou-se. Pedro Chaveca 12:36 | Quinta-feira, 6 de Dez de 2007 Link permanente: x AP Robert Hawkins queria ficar famoso. A História decidirá se conseguiu Aparentemente, e pelo bilhete que deixou à sua senhoria, o motivo que levou Robert Hawkins de 19 anos a assassinar oito pessoas e a pôr termo à sua própria vida foi "deixar de ser um fardo" e, numa tendência que é impossível contornar: "ser famoso". No massacre ficaram feridas cinco pessoas, duas delas em estado grave. O jovem que vivia há um ano e meio num quarto alugado, depois de ter deixado a casa dos pais devido a "desavenças com a madrasta" era, segundo a sua senhoria, como um "cãozinho abandonado que ninguém queira". Em declarações à CNN, Debora Maruca Kovac, sublinhou que Hawkins embora bem comportado tinha "muitos e evidentes problemas emocionais". Tiroteio de seis minutos Maruca Kovac contou ainda que o adolescente deixou a casa cerca das 11 horas (+6 em Lisboa) de ontem e que duas horas depois telefonou a agradecer tudo o que ela fez por ele e apresentou ainda um pedido de desculpas. Uma hora depois começaria o tiroteio que levou a vida a oito pessoas e ao próprio Hawkins, que acabou por se suicidar. O jovem que há um ano e meio era a imagem da vulnerabilidade e dafragilidade humana "roendo as unhas constantemente e sempre em posição fetal", foi melhorando a aparência e ganhando alguma força anímica, contudo foi sol de pouca dura. Recentemente perdeu o emprego no McDonalds e a namorada deixou-o, dois golpes do destino que o terão deixado devastado e deprimido. Supremo Tribunal analisa o direito à posse de armas Entre a espada e a parede o jovem só viu como alternativa ao mundo sufocante em que vivia entrar num centro comercial e disparar ao acaso a sua espingarda SKS, num tiroteio que, segundo relatos no local, não terá demorado mais de seis minutos. Desde Fevereiro foram vários os massacres causados pelo delírio de jovens alucinados e pelo facilitado acesso às armas. Em 10 meses morreram já 41 pessoas vitimas deste tipo de tiroteio, só no passado mês de Abril Cho Seung-hui assassinou 32 pessoas na Virgínia Tech, num morticínio que chocou o mundo. Para fazer frente a esta tendência o Supremo Tribunal Americano irá analisar o direito consagrado dos americanos a possuírem armas, algo que não acontece há cerca de 70 anos. LoadActualFontSize();MagnifyText(0);


Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- As Revelções De Robert
- James Jones - Suicídio Coletivo
- Cabeça De Telejornal - Telejornalismo
- A Fúria Do Furacão Hazel
- Uma Chance Para Os Eua Refletirem Sobre A Violência
- Homossexual, Heterossexual - É Indiferente !
- Freud Em 45 Minutos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online