PUBLICIDADE

Página Principal : História


Tenentismo à Paulista - 2ª Parte



O Marechal Hermes foi preso por incentivar as tropas a não reprimir o povo, sua prisão foi considerada um insulto pelos militares. O Forte de Copacabana foi o local escolhido para o início da rebelião. Em 5 de julho de 1922, dois canhões foram disparados, dando início á luta. No dia seguinte enfrentaram as tropas legalistas de peito aberto. Na Avenida Atlântica, 18 contra mais de 3 mil do governo federal, apenas 2 sobreviveram: Siqueira Campos e Eduardo Gomes. Houve ainda as revoltas paulista e gaúcha de 1924. O tenentismo só terminaria em 1927 quando os últimos remanescentes se exilaram na Bolívia.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Alexandre, "o Grande"
- Por Que Existem Duas Coréias?
- A Revolta De Beckman
- Capitalismo Brasileiro Em Crise
- Mega Memória -américa Latina ? Política De 1959 A 1995
- Ciclistas Fazem Protesto E Pedalam Sem Roupa Hoje Na Avenida Paulista
- Waterloo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online