PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


O conceito de mente e consciência na integralidade do ser à luz da ciência holística moderna.



Despiciendo abordar o fato de que a maioria das pessoas, ainda que perfunctóriamente detém a impressão real de que há na essência de nós mesmo uma dualidade de seres representados pela nossa individualidade consciente.
Nesse diapasão as ciências biológicas acreditam que o indivíduo se compõe da mente, produto da atividade neuronal e da atividade orgânica do cérebro, personalidade que finda com a morte física. De outra aresta, ciências outras admitem o ser como uma complexidade onde a existência se prorroga além da vida biológica, admitindo a existência de uma entidade energética perene a que muitos denominam de espírito.
Tal individualidade transcende a matéria com a morte, todavia sobre ela muito pouco conhecemos.
As ciências religiosas contemplam tal individualidade, dando cada vertente doutrinária os destinos que defendem, porém muito poucas delas refletem sobre o perfil daquela independente da matéria com a necessária seriedade, conquanto algumas, como o Kardecismo e outras, admitem um sistema de ordem cósmica que transcende a realidade terrena.
Todavia, a materialidade que cerca nossa existência aliada à exposição massiva às leis físicas, até por uma questão evolucional do ponto de vista do atendimento aos propósitos cósmicos da consciência totalitária, impõe a todos imensa dificuldade em acompanhar os conceitos que ora se emergem das doutrinas e ensinamentos de mestres que nos embalam de conhecimentos transferidos do cosmo para a realidade presente.
De tudo, imperioso distinguir que a mente difere da consciência como a gota difere do oceano. Nesse contexto deveremos admitir a consciência como individualidade cósmica que nos compõe para desenvolver um exercício de aproximação entre a mente física, meramente biológica e a consciência absoluta, produto de nossa atividade enquanto seres perenes e integrantes da criação cósmica.
A mera admissão dessa verdade já representa um avanço sem precedentes na evolução do espírito, posto que a consciência de que somos seres complexos na medida do que se discute haverá de nos colocar face à materialidade dessa existência carnal como mera lição integrada no sentido de alargar a experiência espiritual no caminho da evolução que a providência espera de nós outros.
Para o bem dessa evolução, necessáriamente, a providência propôs um afastamento estratégico entre nossas individualidades material e cósmica, no escopo de que possamos aprender com nossa existência carnal aquilo que deveremos integrar em nossa consciência espiritual até o ponto em que não necessitemos mais da mente para exercitar a consciência plena, posto que já deveremos ter integralizado nosso conhecimento inicial e conhecermo-nos como seres conscientes da fraternidade e do amor, perdão e condescendência legados pelos mestres que habitam entre nós em corpo, espírito e dimensão.
Nossa missão é ouví-los, contatá-los e caminharmos de voltada de face para nosso eu profundo, ou seja nossa consciência espiritual.


Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- A MetafÍsica Do Cristianismo
- Quem Pensa É O EspÍrito
- O Porta-voz Da Mente
- Introdução Ao Ten Tao
- ?os Mortos Nos Falam?
- QuestÕes 617-a Até 619 Do Livros Dos EspirÍtos
- Transformando A Mente

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online