PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


Células-tronco e o Espiritismo




O fato de conhecermos a
reencarnação abre-nos um leque imenso de possibilidades para analisarmos a
questão do uso de células-tronco, para a cura de doenças e enfermidades
humanas. A antevisão dessa possibilidade deixa-nos a todos, como que eufóricos,
vislumbrando a cura de males tidos, até então, como incuráveis e de seqüelas
irreversíveis ao corpo humano. Aqui, paraplégicos que anseiam por andar, acolá
um cego vislumbrando a possibilidade de enxergar, mais além o canceroso que
espera a regeneração do órgão afetado por tamanho mal.


A ciência oficial está radiante
com as enormes possibilidades das células-tronco, o mundo materialista aplaude
o feito, a descoberta. As religiões tradicionais estão contra o uso, embora não
saibam ao certo a atitude a tomar, acreditando que o homem ultrapassa seus
domínios, entrando onde apenas Deus pode interferir.


O mundo, por demais
materializado, olha o imediatismo: quer se curar, isto é o que importa-lhe.


Olhando tudo isto com olhos espiritualizados,
com o conhecimento das causas e efeitos aplicados sobre a matéria, portanto
sobre nossos corpos físicos, sabemos que as seqüelas, os males, as atrofias e
mesmo os desastres, que causam tantos danos ao ser humano, estão sempre relacionados com as energias
manipuladas, por cada um, nesta e em vidas passadas. Nosso pensamento, nossos
atos, atualmente em franca degeneração, afetam diretamente os órgãos de nosso
corpo; a bebedeira, o fumo, o abuso sexual, dentre outros vícios, debilita,
tolhe, avilta nossas forças físicas, deixando-nos a mercê das doenças e
enfermidades. O que queremos mostrar é que somos diretamente responsáveis pelo
quadro atual em que vive nossa humanidade. Porque estes males e vícios a que
nos referimos, tanto estão sendo praticados hoje, como em outras vidas. E as
seqüelas passam, através do corpo energético, de uma vida para outra.


Daí advém a questão moral: precisamos de células-tronco para curar
nossas doenças e enfermidades, ou precisamos de crescimento espiritual? Cremos
que nesta pergunta encerramos toda a questão. O homem corre o risco de
fracassar no uso dos processos. Ao cientista não cabe perguntar se o paciente
merece a cura, ele a oferece, ele a vende. Cremos que, se o paciente está em
determinada situação de doença por sua
própria vontade , posto que a procurou abusando da saúde, será melhor que
ele deixe as energias que as causam, serem jogadas para o corpo físico.


Gostaria que vocês percebessem a simplicidade do processo: quando vemos a
enfermidade como sendo uma energia de baixo teor, afetando ao corpo físico,
podem estar certos de que, enquanto não
acabar a energia que a causa, ela não terá fim. Poderá apenas ser
interrompido o processo, que retornará, fatalmente ,
numa nova existência. A cura será benéfica se o curado aproveitar para usar
suas novas possibilidades para o bem comum, podendo ser ?perdoado? de seus
pecados anteriores, ou seja, suas energias deletérias forem queimadas pelas benéficas que ele gerou.


Temos a visão de que Deus não
interfere diretamente no processo de viver. Ele criou suas leis para se
auto-ajustarem e corrigirem, automáticamente, todo o processo da vida.


A vida flui e se desenvolve regida por quarenta e oito leis mecânicas, que regular o ir e vir de toda natureza e seus processos. Cabe-nos o poder de dominar estas leis, par podermos sair da mecanicidade, da dependência e, de certa forma, submissão da natureza. É dela o objetivo de tirar proveito de tudo sobre a face da Terra. Só com o conhecimento e desenvolvimento dos sentidos superiores, e mesmo dos cinco que conhecemos que precisam ser desenvolvidos também, serem mais precisos. Os cinco a que me refiro são os chacras, que representam, cada um, mais um sentido, somando doze ao todo. Numa outra oportunidade estudaremos os chacras, em relação aos sentidos. Paz profunda.






Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- Nossa Pátria
- Caboclinho (folclore Brasileiro 7)
- Páginas Para Pensar
- Cavaleiro De SÃo Jorge (folclore Brasileiro 8)
- Dinâmicas Para Momentos De Encontros
- Resumo Sobre O Vídeo O Poder Da Visão
- Ensaio Sobre O Entendimento Humano

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online