PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


Sociedade - A APARENCIA ENGANA




Um moço está a bater na porta de uma casa antiga no interior de São Paulo, aparentemente via-se a casa de uma família tida como tradicional e influente na cidade e também gozando de prestigio político na mesma. Um homem bem trajado atende o visitante que aguardava na porta. E ele depois de ouvir os argumentos do jovem, o convida para entrar com certa reserva, então, o visitante entra na casa enorme, o homem, ou melhor, o governante da casa deixa transparecer uma expressão desdenhosa, pois, atendeu o visitante com ar de indiferença, como quem diz: o que este sujeito está fazendo aqui no meu território.

Logo após, o governante pediu para o forasteiro ficar parado ali perto de uma mobília da casa e aguardar um pouco, enquanto ele foi conversar com uma mulher próxima a um balcão localizado na cozinha da casa. O visitante, aproveitou durante o tempo em que esperava, para observar os quadros na parede, havia um que era composto por muitos riscos e outros eram aquarelas protegidas e adornadas com vidros e molduras.

Enquanto isso surge uma quarta pessoa, ou uma bela jovem, que rapidamente se dirigiu ao mordomo e a mulher que ele conversava, e expressou-se a respeito do visitante com entusiasmo. Passado alguns minutos o administrador soberbo mudou o seu semblante trocando por uma expressão mais amistosa, e dirigiu-se novamente até o rapaz e com um sorriso no rosto e tardiamente realiza a sua apresentação de boas vindas.





Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- A árvore Dos Problemas - Metafora
- A Árvore Dos Problemas
- O Papel Da Mulher Na Sociedade
- Lula: Não Beijou A Mão Do Papa, Mas, Com Muito Gosto, A De Jader Barbalho
- Um Argumento Que Não Pode Ser Contestado
- A Lama
- Goiás, Terra De Povo Bom!

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online