PUBLICIDADE

Página Principal : História


A Divinização de Stalin



Conforme o escritor russo Ilya Ehrenburg, a divinização de Stalin não ocorreu do dia para a noite, não foi uma explosão de sentimento popular. Stalin organizou-a por longo tempo e de maneira regularmente planejada. Por sua ordem compunha-se uma história lendária, na qual ele tinha um papel que não correspondia à realidade. Os pintores faziam telas enormes, dedicadas às vésperas da Revolução, à outubro, aos primeiros anos da Republica Soviética, em cada um desses quadros Stalin aparecia ao lado de Lenin. Nos jornais caluniava-se os bolcheviques que em vida de Lenin foram os auxiliares mais chegados.

Em relação à heróica vitória soviética sobre o nazismo, os verdadeiros vencedores foram os homens e mulheres do povo. Homens e mulheres que lutaram, construíram usinas, escavaram canais, abriram estradas, passaram fome mas não perderam o animo. No entanto, os jornais soviéticos só enalteciam Stalin só glorificavam a vitória do genial estrategista.



Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Quem Teme Os Lobos Não Vai à Floresta
- União Soviética: O Que Deu Errado Nesse País?
- Revolução Dos Bichos
- Entrevista; H.g.wells A J. Stálin Sobre Marxismo E Liberalismo
- A Expansão Do Socialismo
- União Soviética: A Potência Que Durou 69 Anos
- Leon Trotsky

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online