PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


Mude O CÚ DE LUGAR



Cada um pode acreditar no que quiser, mas todos comungamos em algo inegavelmente idêntico: nós existimos! Eu existo, tu existe, ele existe, a pedra existe, a cadeira existe, a formiga existe, o sol existe, a lua existe, o tomate existe, enfim: nós existimos. Vou repetir: nós existimos! Percebe a coletividade do sujeito da oração? Sendo assim, não tem outro jeito, a responsabilidade por nossa existência é nossa. E por ?nossa? quero dizer, sua também! Por isto, não adianta fugir da escola, da família, da sociedade, do grupo, do pais, do planeta, da matrix, de onde for. Você existe e da existência ninguém foge.

Se quisermos tomar as rédeas de nossa realidade, cada um de nós precisa tomar consciência disto: d-eus é o coletivo eu. É por isto que Jesus afirmava ?eu e deus somos um?. Não era um privilegio do nazareno, era uma lucidez que ele vivia de nossa existência coletiva, mas que seus contemporâneos ignoravam. A frase era dita pra deixar evidênte. Eu e deus somos um, ou seja, cada eu é d-eus, assim como o boi e a manada, assim como o peixe e o cardume, assim como o cidadão e o povo.

É fundamental despertarmos pra nossa unimultiplicidade. Eis porque este blog se propoe a explicar e divulgar o conceito de ?um por todos e todos por um?. Já passou na hora de percebermos que, ou colocarmos o nosso cu na reta, ou a reta vai continuar enfiada no nosso cu. Ou será que nunca faremos senão confirmar a incompetência da américa católica, que sempre precisará de ridículos tiranos? Ou será, que será, que será, que será? Será que esta mesma estúpida retórica, terá que soar, terá que se ouvir por mais mil anos?

Olhe pro seu comportamento diário! Olhe pro nosso! A culpa é sempre do outro, do governo, do vizinho, do sistema, do chefe, de deus. E assim, irresponsáveis e impotentes, vivemos num mar de medo à espera de um milagre ou de um super-homem que virá nos salvar. Pois eu tenho algo muito importante pra dizer: não vai vir ninguém! Isto mesmo! Não vai vir ninguém! Pode perder as esperanças! E não é porque estou falando, mas porque, se d-eus é o coletivo eu, então, não tem ninguém mais pra fazer qualquer coisa. Ou nós, d-eus, fazemos o milagre por nós mesmos, ou vamos ficar eternamente esperando uma teoria (deus) se materializar.

John Kennedy, ex-presidente dos EUA, dizia: ?não pergunte o que seu país pode fazer por você, pergunte o que você pode fazer por seu país?. Ele usou esta frase emblemática pra apontar pro patriotismo. Se expandirmos este conceito, da pátria pra existência, teremos uma boa idéia do que se trata a unimultiplicidade (espiritualidade). Trata-se de universalismo. Trata-se de um por todos e todos por um. Trata-se de todos somos um e junto não existe mal nenhum.

Por enquanto, o que temos escolhido é o cada um por si, a competição, o poder, enfim, o egocentrismo. Mas podemos escolher diferente. Aqui e agora. Podemos escolher o universalismo, escolher o amor, escolher um por todos e todos por um. E o primeiro passo é simples. Basta mudar o cu de lugar. Basta tirar o cu da mão e colocar o cu na reta (abandonar o medo). Alguém poderá dizer: mas quem tem cu tem medo. E eu pergunto: medo de quem? Se d-eus é nós, quem será contra? 



Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- Um Curso Em Milagres
- Deus
- Http://www.christiananswers. Net/portuguese/q-eden/big-ba Ng-p.html
- Liberte-se Do Inconsciente Coletivo
- Conhecerdeus.com
- A Ecologia É Uma VisÃo Assim
- O Inferno Existe?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online