PUBLICIDADE

Página Principal : Filosofia


Edgar Morin - Valorizando Algumas de suas Reflexões



Pode-se afirmar que tudo que atualmente é considerado como ?o lado progressista da civilização ocidental?, se for visto sob outro prisma, constitui-se, na verdade, sua parte mais agressiva, perversa e sombria. Percebe-se a expansão assustadora do individualismo que, por sua vez, só tem proporcionado a expansão de sentimentos deterioradores da personalidade, como é o caso do egocentrismo, solidão, que são decorrentes da ausência solidariedade. Com o advento da revolução cibernética, houve uma redução das relações interpessoais, substituídas que foram pelo uso abusivo da comunicação virtual. Denota-se, pois, que se ocorreu a tão proliferada globalização desenvolvimentista, em contrapartida, houve a diminuição da preocupação com o desenvolvimento social e humano. Por estar o homem totalmente inserido e envolvido pelos ideais do capitalismo, que prioriza exclusivamente o lucro e o desenvolvimento econômico, conseqüentemente, presencia-se a degradação cultural e da própria qualidade de vida, já que um imensurável número de seres humanos, como se tem presenciado, encontra-se carente de amor, de prazer, de entusiasmo, necessários que são para o bom funcionamento de todo e qualquer esquema psíquico. Partindo-se do pressuposto que cada um de nós deve se sentir e se comportar como cidadão do mundo, tal atitude necessita estar presente na conduta indiscriminada de todos os povos e, para tanto, sentimentos de exclusão e de xenofobia não podem mais ser admitidos como condizentes com a atual situação de deterioração e de degradação mundial. Dia após dia tomamos conhecimento de recolhimentos defensivos e violentos adotados por determinados povos, cuja origem pode ser de ordem étnica, religiosa ou protecionista, procedimentos estes que só fazem prejudicar o processo de unificação do planeta. Liberdade e igualdade, ícones que são dos princípios democráticos, nunca foram tão necessariamente requisitados para que os fundamentos de fraternidade e solidariedade possam ser reavivados e restabelecidos. Posicionando-se com relação à realidade que se apresenta, acredita Morin que para a escola está reservado um papel importante, o qual ela deve desempenhar a contento, começando pela oferta de uma formação que seja voltada para o modo de viver e de encarar a própria vida. É prioritário que ao indivíduo seja ensinado primeiramente quem ele é, situando-o como ser humano, vivenciando sua condição humana no enfrentamento de um mundo tão carente de cooperação e união. Deve também encaminhá-lo para que saiba se portar em sociedade, conscientizando-o da necessidade de aprender a suportar e realizar a devida travessia frente as incertezas da vida. Enfatiza que, especialmente, cabe a ela ensinar o que realmente é ?conhecimento?, fazendo com que cada aluno perceba que nenhuma inteligência é fria e lógica e que todo indivíduo vive e está inserido em um mundo que é regido por grandes paixões, emoções e que, a todo instante, esse mesmo mundo está a nos conduzir para o imaginário e, como se sabe, na vida real, sempre deve ser estabelecida e desenvolvida uma relação e comunicação com o real para que o verdadeiro aprendizado se concretize. Por isso é tão relevante ensinar valores, que devem ser incorporados pelas crianças desde a mais tenra idade. Todo ser humano que não conhece bem a si mesmo, não tem capacidade de se colocar no lugar de outrem, de entendê-lo em sua unidade e diversidade. Deve também a escola não se esquecer de instigar a curiosidade, não permitindo que os ?saberes científicos? matem a curiosidade, pois, viver apenas fazendo aquilo que é obrigado a fazer para sobreviver não encontra respaldo no real significado de vida, de amor, de paixão e compaixão, enfim, de comunidade.  


Veja mais em: Filosofia

Artigos Relacionados


- Os Sete Saberes Necessários à Educação Do Futuro
- Os Sete Saberes Necessários à Educação Do Futuro
- Os Sete Saberes Necessários à Educação Do Futuro
- Aline - Os Sete Saberes Necessários à Educação Do Futuro
- A Formação Da Cidadania Em Uma Sociedade Da Informação
- Os Desafios Do Educador ContemporÂneo
- Os Sete Saberes Necessários à Educação Do Futuro

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online