PUBLICIDADE

Página Principal : Linguística


Sujeito, espaço e tempo no discurso



Neste estudo encontraremos uma análise, como o próprio título sugere, da acomodação dos conceitos de sujeito, espaço e tempo no discurso. Para o autor (LOZANO, 2000), o sujeito é o produto do processo, ou seja, é construído dentro de seu discurso, sendo reconhecido pelas ideologias e crenças que prega neste. Já as noções de espaço e de tempo demonstram, efetivamente, a presença de um determinado sujeito no discurso. Ambas as categorias procuram orientar a localização, através do uso de dêiticos e de anáforas; e a modalização, de caráter objetivo ou subjetivo, a qual demarca a atitude do enunciador mediante seu discurso. O conceito de discurso evocado pelo lingüista tem como base a teoria da enunciação, calcada em terreno pragmático, o qual traz à tona a noção de contexto, de linguagem em uso. Discurso, nessa acepção, é, pois, a construção de identidades discursivas fundamentadas na relação entre o eu e o outro. Fica claro, assim, que a escolha adequada dos recursos formais (dêiticos, anáforas, modalização) contribui para a efetivação do discurso, cuja principal característica é se basear em um contexto em vigência.


Veja mais em: Linguística

Artigos Relacionados


- Subjetividade, Argumentação E Polifonia
- Jornalismo E Esfera Civil
- O Fenómeno Televisivo (parte 1)
- O Discurso Do Analfabeto
- A Linguagem E As Relações De Poder E De Gênero
- Prefácio à Tradução Brasileira De Omeros: Uma "outrização" Positiva
- Do Enunciado à Enunciação: Postulações Teóricas Diferenciadas Para Os Mesmos Conceitos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online