PUBLICIDADE

Página Principal : História


O Maior Rio



... - O meu avô gostava de enganar as longas noites de inverno a atiçar o braseiro e a contar estórias, dos seus tempos de rapaz condutor de jumentos e sonhos...

- Naquele tempo, vinham cotovias do norte se saciar no Rio Maior as aguas abundavam todo o ano limpidas, cristalinas, puras. O peixe escorregava do Tejo e subia até ao sopé da Serra dos Candeeiros, animando o Rio e transbordando das panelas dos agricultores da beira do rio que ao final das tardes  arregaçavam as calças, e de cestos de verga deslizando contra a corrente, facilmente , ficavam repletos de pescado e alegria. As crianças depois de regadas as hortas e de fechados os animais nos currais deixavam-se cair nas aguas mansas nascidas na Sr.ª da Luz animando os fins de dia dos Agostos todos...

        O Meu avô, não sabe que pouco tempo depois do seu desaparecimento vieram  fabricas de choiriças ou caulinos,  e com elas a agonia do Rio Maior, o Rio que cedeu o seu nome à Vila que o bordejava, pacata e serena.

         Mais tarde vieram as barragens, os parques de merendas, os barquinhos de passeio, a pesca desportiva e os esgotos (todos) da agora Cidade do Rio Maior. O pequeno Rio que tinha sido batizado de Maior em virtude da grandeza que irradiava, sinuoso, limpo, sonolento e sempre a deslizar rumo ao Tejo como que atraido por um iman gigante.

          Paredes de betão e pedra lisa ocuparam o lugar de Salgueiros e chorões, os canaviais foram sustituidos por prédios encavalitados no Rio. O vou dos passaritos passou a ser desenhado bem longe dali, as enguias rumaram a sul e os peixes negaram-se todos a um tempo, a subir o Barbacho para desóvar no Rio Maior. A ganancia dos homens, o sono dos autarcas, o desaparecimento dos guarda rios levaram á morte do Rio que deu o nome à minha Cidade. Até hoje ninguem foi acusado, julgado ou condenado e assim, todos os riomaiorenses continuam a defecar livremente no Rio que já não corre, que morreu!...


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- O Prenúncio Das Aguas
- O Velho E O Mar
- Lenda De Oxalá
- 7 Lições In Www.vidaamorenegocios.wordpr Ess.com
- Cidade Bela Cidade
- Nhatiú E Tuiuiú
- A Verdadeira História De Judas _parte Ii

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online