PUBLICIDADE

Página Principal : Linguística


Um guia prático de redação



Escrever uma boa redação não é tarefa fácil, mas não é, também, um bicho de sete cabeças. Para tudo existe um método e uma técnica e para a redação não é diferente. Cada examinador, seja ele de vestibular ou concurso , tem seu critério de avaliação, porém a maioria deles costuma trabalhar com três: domínio da língua portuguesa, argumentação em defesa de um ponto de vista e solução de problemas. Geralmente o que muda e a importância que cada examinador dá a cada um destes elementos. Primeiramente, antes de estudar a aplicação destes critérios na formulação do texto é necessária a criação a de uma estrutura. A criação de uma estrutura facilita bastante o desenvolvimento do texto e na aparência deste. Na formulação da estrutura deve-se primeiro dividir o texto em três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução se apresenta o problema. Define-se a questão que o tema está propondo. A introdução deve ser curta, ou seja, conter cinco ou no máximo seis linhas. Um massete para que a introdução flua melhor é fazer a seguinte pergunta: qual é a situação-problema que o tema apresenta? A sua resposta será basicamente a sua introdução. Um redator sempre tem um lado a defender. Lembre-se sempre que estiver escrevendo uma redação que você deve tomar um partido. O desenvolvimento de uma redação é o momento em que o redator coloca sua opinião sobre o assunto. O desenvolvimento deve ser longo (cerca de15 linhas) por isso você pode até dividi-lo em dois parágrafos. No primeiro deles tente responder por que o problema citado na introdução acontece. É nesse ponto que entra o critério da argumentação. Tente convencer o leitor através de um raciocínio lógico. No segundo parágrafo do desenvolvimento mostre as conseqüências que o tal problema gera. Você deve deixar claro o seu ponto de vista em relação ao problema e defende-lo de melhor forma. Na conclusão, NÃO faça o chamado ?resumão? do texto. Neste momento é hora de resolver o problema que foi analisado até ali. Apresente uma solução prática para o problema abordado sempre com uma visão humanista e social. Bom, até aqui já vimos à estrutura do texto agora vamos estudar melhor os critérios de avaliação. Um dos critérios mais relevantes na correção de uma redação e o da língua portuguesa. Nunca escreva uma palavra ou frase que você não tenha plena certeza de que está escrita corretamente. Se tiver dúvida em algum termo (isso é muito comum acontecer) tente substituí-lo. O critério da argumentação também é muito importante. Para defender seu ponto de vista, você deve der razões contundentes. Use estatísticas, conceitos de grandes autores e estudiosos renomados, artigos publicados que você lembrar, trabalhos universitários, ideologias de pensadores, etc. Tudo isso contribui para o fortalecimento do seu argumento. A conclusão da redação é onde o critério de resolução de problemas deve ser posto em prática. A conclusão deve conter no máximo seis linhas. Neste final deve-se propor uma alternativa de como esse problema poderá se resolvido. Antes de escrevera conclusão é muito bom reler o texto até ali para não fugir do tema e nem do raciocínio. Nesta proposta de se resolver um problema não se deve ir muito longe com os pensamentos e maneiras de se dar fim em um problema. Em outras palavras não vá viajar na batatinha e nem ficar enchendo lingüiça. Há problemas, ou melhor, a maioria dos problemas jamais poderiam ter sua resolução descrita em seis linhas e o que e pior há problemas que não possuem solução. Tente ser direto e mostra um caminho para COMEÇAR a TENTAR resolver tal problema. Por fim, depois de todo o texto concluído deve-se dar um nome a ele. Leia-o novamente e pense de que forma ele estará mais bem definido. Se possível, faça uso de um verbo no título para dar mais força e entonação. Tente apenas mostrar do que se trata o texto. Uma redação é apenas uma exposição de opiniões, conceitos e conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação. Dicas como estas são apenas o ?corpo?, porém só quem escreve pode dar a vida a uma redação. Quem examina uma redação não está procurando ali uma análise sociológica, critica com fundamentos psicológicos ou um estudo político do mundo contemporâneo, mas sim uma visão sensata, informada, realista e com capacidade de discernimento. Lembre-se que só se aprende a escrever com treino e estudo. Tente escreve no mínimo uma redação por dia. Mantenha-se informado lendo jornais e revistas com bons redatores e aproveite para observar como eles utilizam a linguagem escrita. Espero que estas dicas ajudem. Bons estudos e boa sorte!


Veja mais em: Linguística

Artigos Relacionados


- Como Desenvolver Uma Boa Redação
- Roteiro Para Produzir Uma Dissertação
- Estrutura Do Texto De Apreciação Crítica
- Participação Da Universidade No Desenvolvimento Nacional A Universidade E A Problemática Da Educação
- Marketing Simplificado - Como Fazer As Coisas Acontecerem De Forma Simples E Rápida.
- Roteiro De Um Projeto-paixão Pesquisa. Diálogo Com Um Pesquisador Inic
- Dicas Para Fazer Um Relatório Parte 2

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online