PUBLICIDADE

Página Principal : História


Gandhi, em nome da paz



Mohandas Karamchand Gandhi nasceu 2 dois de outubro de 1869 na cidade de Porbandar, filho de um político influente e de uma mulher muito religiosa. Aos treze anos casou-se com Kasturbai, da mesma idade. Aos dezoito, foi estudar direito em Londres. No início tentou ser um gentleman, porém com o tempo voltou-se à vida espiritual, passou a recitar de cor do Bhagavad Gita, um dos principais textos hindus. Leu a Bíblia adotando como lema os versos do Sermão da Montanha: ?Se vos esbofeteiam, oferecei a outra face?. Em 1891, já advogado, voltou à Índia, tímido,sua carreira não engrenava. Foi convidado a ajudar a defender uma firma indiana na África do Sul, também colônia do Império Britânico. Pisando no solo sul-africano sentiu na pele a discriminação contra ?homens de cor? mesmo vestido como um inglês e tendo estudado em Londres. Após um ano na cidade de Pretória seu trabalho terminou, mas ele decidiu ficar e lutar pelos direitos dos seus conterrâneos que viviam na África do Sul. Em 1894 percorreu o país reunindo assinaturas contra um projeto de lei que impedia os indianos pobres de votar. A medida foi aprovada, e a atitude virou manchete na imprensa européia. Em 1906, pai de quatro filhos, Ghandi fez um voto celibatário e lançou a doutrina do satyagraha (força da verdade), cujo pilar fundamental é a não-violência: protestar sempre, revidar nunca. O satyagraha estreou contra uma lei feita para controlar imigrantes que obrigava os indianos a se registrar com impressões digitais. O governo não revogou a lei, Gandhi queimou seus registros e foi preso. Sempre que era levado a julgamento acusado de desafiar o domínio colonial, dizia que era isso mesmo que estava fazendo. Mas sua prisão gerava protestos e ele era solto rapidamente. Em l914 Gandhi voltou a Índia e graças a sua atuação na África, se tornou um dos líderes do movimento pela independência da Índia. Os indianos estavam divididos em 300 milhões de hindus, 100 milhões de muçulmanos e 6 milhões de sikhs que mesmo unidos contra os ingleses, tinham muita diferença entre si. Em 1919, Gandhi evocou a resistência não violenta contra a lei que dava aos ingleses poderes ilimitados contra a oposição. O movimento se tornou uma greve geral que paralisou o país, mas terminou em violência. Gandhi começou um período de jejum para expiar sua culpa e se opor ao derramamento de sangue. No dia 13 de abril, tropas inglesas reprimiram a tiros uma multidão que protestava pacificamente na cidade de Amritsar, matando 400 pessoas e ferindo 1200.Gandhi interrompeu a cooperação com os britânicos. Mudou a imagem, incitou o povo a fabricar suas roupas em casa e parar de compra-las na Inglaterra, ele mesmo dava o exemplo fazendo tecido com sua roca. Dobrava os ingleses, mas não conseguia conter os radicais hindus e muçulmanos que realizavam atentados terroristas. Iniciada a Segunda Guerra em l939 a tensão aumentou. Gandhi disse que só apoiaria a Inglaterra se no final do conflito, ganhasse a independência. Não houve acordo e prosseguindo com os protestos, foi preso em 1942. Dois anos depois com a rivalidade entre hindus e muçulmanos beirando o caos, Gandhi começou a jejuar contra as hostilidades. Sofrendo de malária, foi solto pelos ingleses e tentou fazer com que os radicais hindus depusessem, as armas mas fracassou. Através de cartas tentou convencer Mohammed Ali Jinnah, maior líder muçulmano da Índia a apoiar a criação e um só país após a independência. Mas Ali Jinnah tinha outros planos: exigia a divisão do território e a criação de um país islâmico, o Paquistão (terra dos puros). Frágil depois da Segunda Guerra, a Inglaterra não podia manter sua maior colônia. Em março de l947 desembarcou na Índia Louis Mountbatten, nomeado último vice-rei. Em primeiro de abril, Gandhi propôs que a colônia se tornasse um só país, mas seu discípulo Jawaharlal Nehru, um dos líderes do Partido do Congresso, já havia dito a Mountbatten que os hindus e muçulmanos preferiam a divisão. Em 14 de agosto o Paquistão, declarou suaindependência. No dia seguinte a Índia fez o mesmo. Nehru se tornou primeiro ministro da Índia e Jinnah do vizinho Paquistão. Gandhi tinha 78 anos e resolveu se dedicar a vida religiosa. Em 30 de janeiro de l948, quando chegava para rezar num jardim em Nova Délhi, foi morto a tiros por um extremista hindu. As divergência entre os dois lados não desapareceram com a independência, Índia e Paquistão se enfrentaram em três guerras (1947, 1948 e 1965 pelo controle da Caxemira e em 1971 quando o Paquistão Oriental se tornou Bangladesh), e desenvolveram armas nucleares. Gandhi, felizmente, não viu isso acontecer.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- A Mentira Descoberta
- Personagens Do Século 20
- Com A Razão E Contra A Lei
- A História Da India
- Conflitos No Mundo
- Estados Unidos ? Cronologia Da História
- Migrações Internacionais E Nacionais - (geografia De População)

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online